Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Blogs e Colunas

A cortina de fumaça & telhado de vidro de Kapaz

Por Leandro Mazzini 23/11/2023 9h52
Foto: Reprodução

Tem gente que tem memória curta para os desmandos que faz. Enquanto o ex-deputado federal Emerson Kapaz, presidente do Instituto Combustível Legal (ICL) – o qual tem como seu maior filiado o mega empresário Rubens Ometto – dá entrevista em grandes meios de comunicação criticando a atuação a Agência Nacional do Petróleo, se esquece de que tem telhado de vidro na Justiça. O Ministério Público Federal move processo contra o antigo deputado por corrupção ativa, estando evidente que as tratativas sobre edição de emendas parlamentares ocorreram com a presença e consentimento de Kapaz, e com acertos atinentes ao repasse de recursos pagos a título de propina efetivados com seu assessor, sob sua orientação.

 

Muito pouco?

 

Charge por @izanio_charges

 

Ministros de Estado recebem, mensalmente, cerca de R$ 40 mil. O valor terá reajuste nos próximos dois anos e chegará a R$ 46 mil em 2026. “É muito pouco”, considera o deputado Danilo Forte (União-CE), relator da Lei de Diretrizes Orçamentárias no Congresso Nacional, que quer incluir no projeto um valor para custear passagens aéreas de ministros. 

 

Bandeira branca

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Crítico do que chama de “políticas autofágicas” do Governo, o presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária, deputado Pedro Lupion (PP-PR), tem suavizado o tom ao falar em “relação cordial” com a ministra do Meio Ambiente, Marina Silva. Ela agradece e também prega consensos com o agronegócio e a bancada mais forte da Câmara.

 

Ecos do Palácio

 

O mercado vê como certa a voz do presidente Lula da Silva nas críticas e reclamações do ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, ao presidente da Petrobras, Jean Paul Prates. No Palácio do Planalto, é pule de dez a aposta de que Prates não dure o 1° semestre de 2024 se não baixar os preços dos combustíveis. Em sua defesa, Prates diz no Governo que a empresa é de capital misto e deve seguir regras do mercado.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

Folhas secretas

 

Durante a campanha para concorrer à Reitoria da UERJ, a candidata da oposição, Gulnar Azevedo, levantou a bandeira da transparência. A contradição é que, quando foi responsável pelo convênio do Centro de Estudos, Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico em Saúde (Cepesc), não prestou contas dos recursos recebidos. Não se sabe qual foi o montante envolvido, quem recebeu e quais foram os critérios de seleção. 

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Consciência Hip-Hop

 

Promover a valorização dos agentes culturais e elementos estruturantes da cultura Hip-Hop – como o Disc Jockey (DJ), o Breaking, o Mestre de Cerimônias (MC) e o Graffiti. Essas são as diretrizes nacionais do decreto (Nº 11.784) assinado pelo presidente Lula da Silva para as ações de valorização e fomento do Hip-Hop. A medida integra as celebrações do Dia Nacional da Consciência Negra.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE





Você pode gostar