Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Blogs e Colunas

“Nefarious” aborda terror psicológico sobre possessão

Apostando no debate teológico e filosófico; novo longa estreia nesta quinta-feira (2)

Foto: Divulgação/A2 Filmes

Outubro e novembro já são conhecidos por filmes de terror, algo que o espectador espera de forma ansiosa para ver as novidades, mesmo que muitos nos últimos anos não tenham inovado muito no quesito criatividade. E nesta quinta-feira (2), estreia “Nefarious”, novo terror psicológico sobre possessão. O longa mantém essa linha de repetição de outras produções e acaba se tornando cansativo.

O serial killer Edward Brady (Sean Patrick Flanery) – condenado à morte pelos assassinatos – chega ao dia de sua execução. Porém, antes, ele deve passar por uma última consulta com um psiquiatra para atestar que ele estava consciente de seus crimes enquanto os cometia. Mas quando seu antigo médico tira a própria vida, Edward é avaliado por um novo doutor, James Martin (Jordan Belfi). Martin acredita que lidará com apenas outra avaliação comum, mas é surpreendido quando Brady afirma ser, na verdade, um demônio disfarçado no corpo do homem. Agora, o médico deve descobrir a verdade por trás do caso.

Foto: Divulgação/A2 Filmes

O principal problema de “Nefarious” é a sua própria divulgação, o filme é vendido como um longa de terror, porém quando se assiste percebe se que está mais para um drama psicológico sobre um homem no corredor da morte, sem sustos e muitas atuações exageradas, a produção não prende o público em nenhum momento.

Outra questão que dificulta muito a aceitação da trama é o seu teor conservador, todo o filme mais parece um sermão do que é certo ou errado como aborto, a eutanásia e a pena de morte, porém não falam nada sobre armas.

Foto: Divulgação/A2 Filmes

Toda a temática abordada, mostra claramente a proposta do filme, ele não convence como terror, claramente está debatendo só um lado da história, assim como “Deus Não Está Morto” (2014)  e se torna óbvio antes mesmo do segundo ato.

Conclusão

“Nefarious” não agrada, seu roteiro é falho é foca no sermão, além de atuações exageradas e dramáticas.

Confira o trailer:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ficha técnica:

Direção: Chuck Konzelman, Cary Solomon;

Roteiro: Chuck Konzelman, Cary Solomon;

Elenco: Sean Patrick Flanery, Jordan Belfi, Tom Ohmer, Glenn Beck, James Healy Jr., Stelio Savante; 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Gênero: Terror;

Distribuição: A2 Filmes;

Duração: 97 minutos;

Classificação Indicativa: 14 anos;

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assistiu à cabine de imprensa a convite da A2 Filmes






Você pode gostar