Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Blogs e Colunas

Conheça Gustavo Brunello, grande referência de foodtech no Brasil

Sócio da Pratí, empresário trocou o sonho da carreira em multinacional para investir em comida saudável e faz sucesso no país

Por Analice Nicolau 08/10/2021 9h00
Sócio da Pratí, empresário trocou o sonho da carreira em multinacional para investir em comida saudável e faz sucesso no país

O Brasil tem se tornado uma grande referência em empreendedorismo de sucesso em todo o mundo. E o nome de Gustavo Brunello está entre as referências. Um dos idealizadores, e sócios, da Pratí, o empresário trocou a carreia tradicional pelo empreendedorismo e hoje é dono de uma marca de comidas congeladas que está entre as queridinhas do Brasil.

Com mais de 85 opções de combinações dos pratos, a Pratí é responsável por mais de 70 mil refeições, mensais, entre São Paulo, Grande São Paulo, cidades do interior e Rio de Janeiro. A expansão, que é foi acelerada pela pandemia, é só o começo da marca que atua há seis anos no país.

A empresa espera impactar até o final de 2021 mais de 20 mil clientes, produzir mais de 100 toneladas e faturar mais de R$ 10 milhões de reais. Hoje, a empresa oferece mais de 85 opções que variam entre marmitas, kits, carne, frango, peixe, vegetariano, massas, snacks salgados e doces, sopas e vegetais – podendo ser adquiridos em combos ou porções individuais. Entre elas estão as marmitinhas, conhecidas como o PF do Chef, que passam desde o Strogonoff de Frango a Canja; os Low Carb para uma dieta com menos ingestão de carboidratos; Salgados e Snacks sem fritura, além dos doces com ingredientes dietéticos; massas e risotos integrais e itens do empório, como barrinhas, pastas e colágenos, por exemplo.

“Quando ingressei nos negócios, estagiei em grandes empresas. Fui efetivado em uma multinacional onde trabalhei durante cinco anos. Nesse trajeto, fiz um intercâmbio fora do país e conheci novas culturas, o que me abriu a mente para os negócios. Quando voltei ao Brasil, retornei para a mesma empresa, mas o brilho nos olhos estava no empreendedorismo”, contou Gustavo.

“Nessa época, a comida congelada já era uma realidade fora do Brasil, e vi uma maneira de empreender. Não consegui mais seguir dentro de uma empresa, pois já tinha imaginado e idealizado o meu próprio negócio. Foi então que depois de planejar, tive coragem de sair do mundo corporativo”, contou.

Durante os seis primeiros meses da empresa, Gustavo e o sócio faziam as comidas, entregas e todo o financeiro da empresa. Com a grande aceitação do público, em seis meses a equipe precisou crescer. Seis anos depois, a equipe agora conta com 70 funcionários.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Nossa filosofia e missão é levar opções saudáveis e gostosas, sem focar algo para o emagrecimento e isso é algo que as pessoas tem buscado, principalmente na pandemia, onde grande parte da população estava em home office. Como empresa, entendemos que fizemos parte da solução e lado bom. Ajudamos as pessoas manter a saúde e ficar em casa”, comentou o empresário.  








Você pode gostar