Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Blogs e Colunas

Em entrevista inspiradora, Nany People dispara: “O que vai te definir é o seu trabalho!”

Em podcast da jornalista Cíntia Chagas, a humorista contou sobre sua infância, família, Fé, sexualidade e vida artística

Por Analice Nicolau 30/11/2021 3h00
Em podcast da jornalista Cíntia Chagas, a humorista contou sobre sua infância, família, Fé, sexualidade e vida artística

Em “Cíntia Chagas Entrevista”, a jornalista Cíntia Chagas entrevistou a humorista, Nany People, que fez diversas revelações sobre sua infância em Minas Gerais, sobre sua vida pessoal e também comentou sobre a sigla “LGBTQIA+”.

“Hoje em dia tem tanta nomenclatura, que tudo é tudo, nada é nada. Sou da época que era só gay, GLS. Hoje é LGBTQIA+, o “+” ninguém sabe o que é, ainda não foi inventado. Eu não entro nesse assunto, porque acho isso tudo conversa para boi dormir. O que importa é isso aqui [diálogo]. Não importa o que você faz na cama, o que você faz não vai definir sua vida e seu caráter! O que vai te definir é o seu trabalho, porque suas aptidões sexuais e eróticas passam”, disparou Nany People. E ela também revelou que não faz parte do pensamento de manada, que pensa individualmente e que não é porque pensa diferente que se torna negacionista.

Contando mais sobre uma peça de teatro que participou na infância e escolheu o cartucho da cor rosa para segurar, deixando seu pai totalmente consternado, Nany revelou: “Eu nunca tive medo de ser quem eu sou. Tive uma mãe que me empoderou muito. Ela dizia assim: “Nunca tenha vergonha de ser quem você é! Quem diz a verdade não merece castigo””, revelou a atriz. Nany também revelou que nunca descobriu sobre a sua sexualidade, que simplesmente ela já sabia o que era e o que sentia, sem rótulos e sem uma grande descoberta.

Sobre sua vida artística, a humorista contou que desde muito nova queria fazer teatro e sempre tomou a frente disso na escola. Depois fez curso de iniciação no canto, devido a uma bolsa de estudos que ganhou em Poços de Caldas (MG). Quando foi para São Paulo, trabalhou em diversos lugares até conseguir a grande oportunidade de trabalhar com a arte como sempre quis.

A entrevista é super reveladora e inspiradora, onde Nany mostra exatamente quem é e com respostas afiadas e sinceras. Além de falar muito sobre a sua mãe, sua Fé inabalável, preconceito e seus planos. Vale a pena conferir.








Você pode gostar