Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Blogs e Colunas

De “Volta”, Projota lança single inédito

Dummies, o amigo de confinamento Arthur Picoli e muito mais referências ao ano marcante do rapper estão no lançamento de Projota, “Volta”

Por Analice Nicolau 28/10/2021 6h00
Dummies, o amigo de confinamento Arthur Picoli e muito mais referências ao ano marcante do rapper estão no lançamento de Projota, “Volta” (Foto: Crédito: Brunini)

Projota retorna à cena musical com o primeiro single inédito de 2021. “Volta”, que será lançada nesta quinta-feira, dia 28, às 21h, chega acompanhada de videoclipe sendo o single escolhido para iniciar os trabalhos de seu novo álbum que, ainda este ano, também ganha as todas as plataformas digitais.

Com muitas referências ao BBB21 e com a participação de Arthur Picoli, o audiovisual mostra e fala sobre como o mundo das redes sociais, inclusive o cancelamento, é refletido ao público e encarado pelos mesmos: “essa música é como colocar alguns pingos nos “is” sobre tudo o que aconteceu comigo esse ano e colocar o último “pingo”, que é o ponto final dessa história”, decreta Projota.

“Volta” é uma resposta ao público e aponta sua direção, pois traz à tona uma nova fase da vida do artista depois de ter passado por um reality show e de ter tido uma grande perda familiar, sua avó materna, Lourdes. O cantor, como sempre faz com maestria, pinça suas experiências para compor suas canções. Em “Volta”, ele deixa explícito algo que antes ele acreditava que não estava tão evidente para as pessoas: “sinto que por meio da minha música, eu sempre pude abrir diálogos com meus fãs, sempre expus muitas de minhas fraquezas, mas sinto que isso foi algo que não ficou tão claro, acho que esse novo trabalho vem pra que eu possa me abrir um pouco mais sobre isso”, pontua o artista.

Para o clipe, dirigido Rafael Carvalho do Studio Curva, direção de arte de Arthur Carratu e direção de fotografia de Rui Mendes, Projota passeia por vários cenários imerso numa realidade fictícia  esperando a hora de acordar e escapar desse lugar e se reconectar com o que há de melhor em sua essência – vale dizer que o clipe traz ainda um punhado de referências muito familiares, seja a inspiração em obras cinematográficas tais quais Show de Truman, Matriz e Blackmirror, seja  “dummies”, uma cozinha numa alusão à xepa, o amigo de confinamento Arthur Picoli, e muito mais.

“Tanto o clipe como a letra são absolutamente biográficos, bastante claros, retos e literais. Além de muito visceral, Volta contém algumas dores que eu precisava por pra fora, mas também o relato de alguém que passou pelo olho do furacão, mas está bem, e segue atrás de seus sonhos”, finaliza o rapper.








Você pode gostar