Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Blogs e Colunas

90 anos do Cristo Redentor: iluminação do monumento será acionada diretamente da Itália na noite de inauguração

Evento vai relembrar a participação do cientista italiano Guglielmo Marconi na inauguração da estátua e que reforça a parceria entre os dois países

Por Analice Nicolau 11/10/2021 10h00

O Cristo Redentor completa 90 anos no próximo dia 12 de outubro. Parte da extensa festa de aniversário será realizada, simultaneamente, no Rio de Janeiro e na Itália, país que guarda parte importante da história do monumento que, desde 2007, foi incluído entre as sete maravilhas do mundo moderno.

No dia 16 de outubro, a Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, o Santuário Cristo Redentor e o Consulado Geral da Itália no Rio de Janeiro irão promover o “Dia da Itália” como parte das comemorações pelo 90º aniversário do principal cartão postal da cidade.

O evento irá resgatar a participação italiana na inauguração do Cristo Redentor, ocorrida na noite de 12 de outubro de 1931. Na ocasião, um impulso elétrico foi disparado em Roma pelo cientista italiano Guglielmo Marconi para acionar a iluminação da estátua, distante mais de 10 mil quilômetros da Itália.

Para chegar ao Morro do Corcovado, no Rio, o sinal elétrico disparado em Roma foi captado por uma estação em Dorchester, na Inglaterra, e retransmitido para uma torre em Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio, de onde, então, foi direcionado para o mecanismo que acionava as luzes do Cristo Redentor.

“A 90 anos de distância, queremos rememorar o importante acontecimento histórico da iluminação do Cristo Redentor com um impulso elétrico enviado de Roma, celebrando a grandeza da obra de Marconi e a excelência científico-tecnológica italiana ainda capaz de aproximar os povos”, enfatizou o cônsul-geral da Itália no Rio de Janeiro, Paolo Miraglia del Giudice.

No “Dia da Itália”, será a filha do cientista Guglielmo Marconi, a princesa Elettra Marconi Giovanelli, de 91 anos, quem vai acionar a iluminação do monumento diretamente da Itália.

Nesta reedição do feito de Marconi, o Cristo Redentor será iluminado com as cores da bandeira italiana. Ao mesmo tempo, a Villa Griffone, residência da família Marconi na Itália, será iluminada com as cores da bandeira do Brasil. O local foi palco das primeiras experiências do cientista e considerada monumento nacional, hoje sede da Fundação Marconi e do Museu dedicado a ele.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar