fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Torcida

Técnico e auxiliar Renê Weber morre aos 59 anos vítima da covid-19

Ele estava internado na Unidade de Terapia Intensiva de um hospital da zona sul do Rio de Janeiro desde a primeira semana de dezembro

Avatar

Publicado

em

Foto: Reprodução/ BotafogoTV
PUBLICIDADE

Morreu nesta quarta-feira o técnico e auxiliar Renê Weber em decorrência da covid-19. Ele estava internado na Unidade de Terapia Intensiva de um hospital da zona sul do Rio de Janeiro desde a primeira semana de dezembro. Seu último trabalho foi no Botafogo, clube pelo qual foi campeão como auxiliar, em 1995. Renê também foi jogador.

“O Botafogo lamenta profundamente a morte de Renê Weber, ex-auxiliar do clube nesta temporada e campeão brasileiro em 95. Profissional de alto nível, Renê era querido por todos, zelava pela excelência no trabalho e manutenção do bom ambiente. Ele foi mais uma vítima da Covid-19”, escreveu o clube, no Twitter. Renê deixou a comissão técnica do time alvinegro em outubro, após o contrato do técnico Paulo Autuori ser rompido.

Como jogador, Renê vestiu as camisas do Internacional, Fluminense e América-RJ. Mas foi pelo clube tricolor das Laranjeiras que ele se destacou. Jogando no meio de campo, venceu três vezes o Campeonato Carioca – em 1983, 1984 e 1985 – e conquistou um Campeonato Brasileiro, o de 1984. Foram 143 jogos e 15 gols marcados.

Além do cargo de auxiliar e de jogador, Renê também foi treinador. Ele acumula passagens pela coordenação técnica do São Paulo e como técnico da seleção brasileira sub-20.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O clube tricolor paulista também lamentou a morte de seu ex-funcionário. “Com profunda tristeza, o São Paulo Futebol Clube lamenta a morte de Renê Weber, ex-assistente técnico da equipe. O clube se solidariza com família e amigos neste momento de dor”, escreveu.

Estadão Conteúdo

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade