Siga o Jornal de Brasília

Torcida

Premiação do futebol candango nomeia os 11 melhores do campeonato e miss

Publicado

em

Ricardo Ribeiro
JBr com Agência UniCeub

Além da seleção do campeonato, a musa do Sobradinho, Thamiris Barbosa foi eleita Miss. Candangão . Arbitragem e imprensa também foram contemplados.

Ocorreu na última segunda feira (22), em um restaurante em Samambaia, o prêmio “Melhores do Candangão 2019”.

Já no início da celebração, em meio a um farto rodízio de quitutes, as musas de cada equipe candanga desfilaram pela passarela, e colocaram os jurados para as avaliarem a fim de eleger uma campeã. Mas o suspense ficou para o final, já que logo após os desfile, foi a vez de nomear a seleção do campeonato, mas 6 dos 11 não estavam presentes.

Aos fatos

Goleiro: Rodrigo Calaça
Zagueiros: Emerson e Badhuga (não foi)
Laterais: Alex Murici e Danilo Itaporanga (não foi)
Volantes: Andrei Alba (não foi) e Tarta
Meias: Filipe Cirne e Morais (não foi)
Atacantes: Nunes e Jessuí (não foram)

O lateral direito do Brasiliense Alex Murici, exaltou o prêmio individual e vê como promissor o restante da temporada: “fico muito feliz pelo prêmio. É fruto do trabalho que a gente fez e tenho que agradecer meus colegas de trabalho e a Deus. Renovei meu contrato e estou muito feliz no Brasiliense. Para a Série D, é manter essa vontade de ganhar que tivemos no candangão que eu tenho certeza que a gente pode chegar longe”.

Treinador: Vilson Tadei

Do campo às comissões técnicas das equipes, o prêmio de melhor gerente de futebol foi dado a Alysson Guirra, do Paracatu.

Melhor preparador físico: Pedro Hugo (Real DF)
Melhor preparador de goleiros: Junior (Brasiliense)
Melhor massagista: Meinha (Brasiliense)
Melhor mordomo: Clovis (Real)
Melhor médico: confirmar
Melhor presidente: Godofredo (Capital)

Pela 3ª vez, as musas voltaram ao palco, na oportunidade, apenas de biquíni para serem avaliadas mais uma vez e arracaram aplausos e elogios dos presentes.

Na sequência, os premiados foram aqueles que conduzem as partidas da melhor forma:

Melhor 4º árbitro: Marcelo Rudá
Melhor assistente: Leila Cruz e Ciro Chaban (não foi)

O trófeu de craque da galera foi o goleiro do Tagutinga, Diogo.

Jogador revelação: David, do Paracatu.
Um dos prêmios mais cobiçados, o de craque do Candangão foi para o volante gamense Tarta, estrela da noite.

Tarta – craque do campeonato. Foto: Reprodução instagram @futebolcandangodf


Gildevan Lacerda foi eleito a personalidade do esporte candango no ano

Cronista revelação: Gabriel Felipe (DF Sports)
Repórter: Felipe Igreja
Comentarista: Ramón Villar
Narrador: Esdra Alves
Melhor assessor de imprensa: Lucas Bolzan (Brasiliense)

Musas do Candangão. Foto: Ricardo Ribeiro. JBr/Agência UniCeub

Realizadas todas as premiações, e depois de um atraso de 1h30 devido a contagem de votos, a musa foi eleita: Thamiris Barbosa, representante de Sobradinho foi coroada a maia bela do campeonato e faturou um prêmio de R$ 1.500,00. Para a jovem de 20 anos, o título é motivo de orgulho: “é muito importante pra mim, representar a minha cidade. Foi lá que eu nasci, cresci, moro e trabalho. Fico muito feliz por isso”. Quanto ao nervosismo da espera da contagem dos votos, Thamiris brincou: “já estava até mordendo a língua de ansiedade (risos) graças a Deus deu certo”.


Você pode gostar
Publicidade
Publicidade
Publicidade
  • CHARGE DO DIA

Publicidade