fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Torcida

Paris Saint-Germain anuncia argentino Mauricio Pochettino como novo técnico

“Estou extremamente feliz e honrado de ser o novo técnico do Paris Saint-Germain. Agradeço à direção do clube pela confiança dada”

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE
A diretoria do Paris Saint-Germain anunciou neste sábado o novo treinador do clube. É o argentino Mauricio Pochettino, que já vinha sendo especulado desde a demissão do alemão Thomas Tuchel, na última terça-feira. O técnico assinou um contrato com o clube francês até junho de 2022, com a opção de extensão por mais um ano.

“Estou extremamente feliz e honrado de ser o novo técnico do Paris Saint-Germain. Agradeço à direção do clube pela confiança dada. Este clube sempre teve um lugar especial no meu coração. Volto ao PSG com muita ambição e humildade, com muita vontade de trabalhar com alguns dos melhores jogadores do mundo. O time tem potencial fantástico e vou fazer de tudo para dar à equipe a identidade ofensiva que os torcedores amam”, afirmou Pochettino, em declarações publicadas pelo PSG em seu site oficial e nas redes sociais.

Agora técnico do time, o argentino já foi jogador do Paris Saint-Germain entre 2001 e 2003. Nesse período ele conquistou a Copa Intertoto, competição de clubes que não se classificavam para a Liga dos Campeões ou para a Copa da Uefa (atualmente Liga Europa). Seu primeiro compromisso será na quarta-feira contra o Saint-Étienne, fora de casa, pela 18.ª rodada do Campeonato Francês.

Pochettino estava sem clube desde a demissão do Tottenham, em novembro de 2019, após mais de cinco anos de trabalho. Ele seguiu em Londres para acompanhar a carreira do filho, Maurizio, que atua no time sub-19 do Tottenham. O Paris Saint-Germain será sua quarta equipe na carreira de técnico, que começou no Espanyol, em 2009. Ele não tem títulos no currículo como treinador.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Uma de suas prioridades é colaborar para as renovações de contrato com os atacantes Mbappé e Neymar, cujas negociações estão em andamento. Outra é amenizar o ambiente pesado no vestiário. O clube ressaltou o passado de Pochettino como jogador do time parisiense. “É uma figura histórica do Paris Saint-Germain, cujo ex-zagueiro usou as cores e a braçadeira de capitão com muito caráter e espírito coletivo”, disse.

Estadão Conteúdo



Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade