fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Torcida

Palmeiras goleia Melgar no Peru, avança na Libertadores e assume ponta do grupo

Lindauro Gomes

Publicado

em

PUBLICIDADE

Com facilidade, o Palmeiras se classificou com uma rodada de antecedência para as oitavas de final da Copa Libertadores e ainda assumiu a liderança do seu grupo. Nesta quinta-feira, em Arequipa, marcou duas vezes em cada tempo, e goleou o Melgar por 4 a 0.

Sem jogar há duas semanas, o Palmeiras tratou de definir rapidamente o duelo com o Melgar. Aproveitou as falhas defensivas do Melgar para marcar duas vezes em 21 minutos, com Gómez, de cabeça, e Scarpa, em chute de fora da área. Também exibiu segurança defensiva, praticamente não cometendo erros, e organização para construir jogadas no ataque no primeiro tempo, desperdiçando outras chances em jogadas aéreas que contavam com falhas em sequência dos peruanos.

Na etapa final, o Palmeiras não manteve o mesmo ritmo, sem exibir intensidade na marcação e parecendo em alguns momentos desligado do jogo, mas ainda assim marcou pela terceira vez, novamente com Scarpa, que também participou do quarto gol em um lindo contra-ataque, concluído por Moisés, após passe de Hyoran. O Melgar ainda teve um jogador expulso e o time paulista perdeu várias chances no fim de construir uma goleada ainda maior, mesmo sem forçar o ritmo, diante da sua indiscutível superioridade.

Favorecido pela derrota do San Lorenzo por 1 a 0 para o Junior Barranquilla, também nesta quinta, o Palmeiras agora lidera o Grupo F da Libertadores com 12 pontos, dois a mais do que o clube argentino. E com ambos agora garantidos na próxima fase, vão duelar em 8 de maio, no Allianz Parque, pela liderança da chave, sendo que o empate basta ao time paulista. Antes, no domingo, o Palmeiras vai estrear no Campeonato Brasileiro, contra o Fortaleza, no seu estádio.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O JOGO – O primeiro lance do jogo parecia indicar que o Palmeiras poderia ter problemas no Peru, afinal, Christian Ramos, após cobrança de falta, cabeceou forte, forçando Weverton a realizar uma defesa difícil. Mas ficou nisso, com o restante do duelo sendo completamente dominado pelo time paulista.

Afinal, logo aos nove minutos, o Palmeiras abriu o placar em uma jogada aérea, lance em que o Palmeiras prevaleceria diversas vezes na primeira etapa. Nessa oportunidade, após cobrança de escanteio, Scarpa cruzou para Gustavo Gómez, apenas observado pelos marcadores do Melgar, cabecear para as redes.

O jogo ficou confortável para o Palmeiras, que jogava tranquilo, sem cometer erros, criava chances – Deyverson perdeu uma ótima oportunidade após cruzamento -, muitas vezes aproveitando os erros defensivos do Melgar. E foi assim que marcou pela segunda vez, aos 21 minutos, quando a defesa cortou errado um cruzamento de Dudu, deixando a bola nos pés de Scarpa, que bateu forte, de fora da área, para fazer 2 a 0.

E poderia ter feito mais, pois o time se mantinha no campo de ataque, enquanto o Melgar oferecia pouca resistência e falhava seguidamente em jogadas aéreas. Em um delas, Felipe Melo só não marcou porque Cuesta salvou em cima da linha um cabeceio do volante.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na etapa final, o Palmeiras não manteve o mesmo ritmo. Passou a dar mais espaços para o Melgar, ainda que o time peruano não tenha os aproveitado para assustar Weverton. Além disso, pouco encaixou contra-ataques nos 15 minutos iniciais, deixando a partida sem emoções.

Ainda assim, bastou acelerar o ritmo para marcar pela terceira vez. Foi aos 21, quando Hyoran encontrou Scarpa na grande área. Ele dominou e bateu no canto direito, sem chance de defesa de Cáceda.

Já na parte fim do jogo, aos 35 minutos, o Palmeiras ainda encaixou um contra-ataque perfeito para garantir a goleada. No lance, Lucas Lima avançou em velocidade, inverteu a bola para Scarpa, que acionou Hyoran. Ele achou Moisés, que, dentro da área, apenas completou para o gol.

Depois, restou ao Palmeiras recuar ao campo de defesa e tocar a bola sem pressa. Mesmo assim, aos 44, Moisés ainda perdeu chance incrível de fazer o quinto gol. O Melgar ainda teve Neyra expulso nos acréscimos por falta dura em Lucas Lima. E Luan acertou o travessão nos últimos instantes.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assim, com muita facilidade, o time garantiu a vaga nas oitavas de final da Libertadores. E ainda ficando em situação confortável para assegurar a liderança do seu grupo na rodada final.

FICHA TÉCNICA:

MELGAR 0 x 4 PALMEIRAS

MELGAR – Cáceda; Neyra, Christian Ramos, Fuentes e Mifflin; Arias, Diez (Hinostroza), Vidales (Arakaki) e Alexi Gómez (Iberico); Joel Sánchez e Cuesta. Técnico: Jorge Pautasso.

PALMEIRAS – Weverton; Mayke, Luan, Gustavo Gómez e Victor Luis; Felipe Melo, Bruno Henrique (Moisés) e Zé Rafael (Hyoran); Gustavo Scarpa, Dudu (Lucas Lima) e Deyverson. Técnico: Felipão

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

GOLS – Gómez, aos oito, Scarpa, aos 21 minutos do primeiro tempo; Scarpa, aos 21 e Moisés, aos 35 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Carlos Orbe (Fifa/Equador).

CARTÕES AMARELOS – Cuesta, Zé Rafael, Ramos, Fuentes e Deyverson

CARTÃO VERMELHO – Neyra.

RENDA E PÚBLICO – Não disponíveis.

LOCAL – Estádio Monumental de la Unsa, em Arequipa (Peru).


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade