fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Torcida

Maradona se recupera de cirurgia de hemorragia na cabeça

Cinco dias depois de comemorar 60 anos, o ídolo do futebol foi hospitalizado na segunda-feira em La Plata para uma série de exames médicos

Avatar

Publicado

em

Foto: Alejandro Pagni/ AFP
PUBLICIDADE

O ex-jogador argentino Diego Maradona prossegue em recuperação nesta quarta-feira da operação para drenar uma hemorragia na cabeça, uma cirurgia bem-sucedida, de acordo com os médicos.

Cinco dias depois de comemorar 60 anos, o ídolo do futebol foi hospitalizado na segunda-feira em La Plata (60 km ao sul, de Buenos Aires) para uma série de exames médicos.

Após o ex-jogador reclamar de um desconforto na cabeça, foi realizada uma tomografia computadorizada que detectou o hematoma, possivelmente resultado de um ferimento, segundo a imprensa local.

Ele foi levado na terça-feira de modo emergencial para um hospital da cidade de Olivos, ao norte da capital argentina.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Diego vai continuar em observação. O hematoma foi drenado com sucesso. Diego tolerou bem a cirurgia. Ele está acordado e está tudo bem. Ele está sendo monitorado”. afirmou Leopoldo Luque, médico pessoal e um dos cirurgiões.

A intervenção durou uma hora e 20 minutos. Do lado de fora do hospital, fãs rezaram e deixaram mensagens para o ídolo.

Maradona sofreu inúmeros problemas de saúde nos últimos anos, muitos deles devidos a excessos. Entre os mais graves estão uma crise cardíaca por overdose de drogas em 2000 no balneário uruguaio de Punta del Este e quatro anos depois uma dupla doença coronariana e respiratória que o deixou à beira da morte.

Duas filhas do craque argentino, Dalma e Gianinna, do casamento com ex-esposa Claudia Villafañe, criticam as pessoas que assessoram o astro e pediram à justiça a “tutela e o acesso exclusivo ao histórico clínico” do eterno camisa 10.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os outros três filhos, de relações extramatrimoniais, do argentino são Jana, de 24 anos, Diego Junior, de 34 anos, e Diego Fernando, de sete.

O advogado do ex-jogador, Matías Morla, afirma que ele tem ao menos outros três filhos em Cuba, ainda não reconhecidos.

AFP




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade