fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Torcida

Gatito é suspenso por 3 jogos e sofre multa por chutar VAR na derrota do Botafogo

O jogador também terá de pagar uma multa de R$ 26,6 mil

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

O goleiro Gatito Fernández, do Botafogo, foi suspenso por três jogos, nesta sexta-feira, pelo STJD, pelo chute desferido no equipamento do VAR na derrota para o Internacional, por 2 a 0, na sexta rodada do Campeonato Brasileiro, no Engenhão. O jogador também terá de pagar uma multa de R$ 26,6 mil.

Também ficou acordado que o jogador gravaria um vídeo se retratando do ato. “Gostaria de pedir desculpas à comissão de arbitragem e a todos os árbitros de todo o Brasil pelo incidente que eu tive com o VAR. Foi uma má decisão que eu tive nesse jogo Jamais foi a minha intenção derrubar a cabine. Respeito todos os profissionais que trabalham na arbitragem do Brasil, em todas as categorias. Sei que o VAR é uma ferramenta nova, que está sendo usada no mundo inteiro, veio para ficar e ajudar o futebol A gente ainda está se acostumando com isso, mas novamente peço desculpas”, disse o goleiro.

Em 29 de agosto, a arbitragem, com a ajuda do VAR, anulou os gols de Matheus Babi e Bruno Lazário, marcados para o Botafogo. Ao final do jogo, Gatito, muito nervoso, deu um pontapé na cabine do VAR, que se espatifou no chão. No relatório do árbitro, Thiago Duarte Peixoto afirmou não ter visto o ocorrido, mas as imagens foram flagradas pela televisão.

Com isso, Diego Cavalieri, recuperado da covid-19, deverá assumir o gol diante do Red Bull Bragantino, segunda-feira, no Engenhão. Contra o Fortaleza, dia 22, também no Rio, e frente ao Atlético, em Minas, dia 25, Gatito também não poderá jogar.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Com 20 pontos, o Botafogo é apenas o 17º colocado no Brasileiro, o primeiro na zona de rebaixamento, enquanto o Bragantino está uma posição à frente, com o mesmo número de pontos, mas soma uma vitória a mais (4 a 3).

Estadão Conteúdo




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade