fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Torcida

Fla busca um milagre para avançar na Libertadores

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

O Flamengo volta a jogar em Belo Horizonte nesta quarta-feira (29), mas desta vez o compromisso será pela Libertadores. Após o empate com o América-MG (2 x 2), no último fim de semana, o rubro-negro tem uma missão dificílima: medir forças contra o Cruzeiro, às 21h45, no Mineirão, pela partida de volta das oitavas de final do torneio continental. Na ida, a Raposa surpreendeu e venceu por 2 x 0, em pleno Maracanã.

Assim, o time celeste pode perder até por um gol de diferença para avançar. Ao time da Gávea, só uma vitória por três ou mais gols interessa. Um trinfo do Fla por 2 x 0 leva a partida para os pênaltis.

O técnico Mauricio Barbieri concedeu entrevista coletiva no Ninho do Urubu e projetou o confronto com a equipe mineira. O treinador avisou que tirar o Cruzeiro da zona de conforto é um dos objetivos para voltar para o Rio de Janeiro com a classificação. “O Cruzeiro é uma equipe madura, faz um jogo bastante seguro e até pragmático. É uma equipe que joga bastante com o regulamento embaixo do braço. Tem um grande treinador (Mano Menezes) e temos que estar preparados para eventuais surpresas. Temos que tirá-los da zona de conforto, para eles não terem mais esse resultado e a gente poder buscar a classificação”, disse Barbieri.

Foco total

No Cruzeiro, o discurso é de humildade e de que todo cuidado é pouco para a partida diante do Flamengo. É o que diz Dedé. O zagueiro afirma que o time não entra na zona de conforto por ter vencido por 2 x 0. “O foco é como se tivesse 0 x 0. Não tem essa zona de conforto, ainda mais em um torneio como a Libertadores. Nosso time nunca vai entrar para uma partida na zona de conforto. É um jogo muito decisivo, contra uma grande equipe. É impossível entrar com a cabeça tranquila. É um jogo duríssimo e, como falei, é como se fosse um resultado de 0 x 0”, afirmou o defensor.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade