Siga o Jornal de Brasília

Torcida

Com Maxi López, Vasco pega o Bahia no Rio

Contratado para ser o grande comandante do Vasco no segundo semestre, Maxi López demonstra dentro de campo que a expectativa criada em torno de sua chegada não era em vão. Em oito jogos, o camisa 11 fez dois gols e deu quatro assistências, duas a menos que os principais “garçons” do Campeonato Brasileiro. Diante do Bahia, nesta segunda-feira (24), às 20h, o argentino terá a missão de recolocar o cruz-maltino no caminho das vitórias e, principalmente, tentar tirar o time da zona de rebaixamento. A partida será em São Januário, onde o experiente jogador já se sente em casa.

“Estou feliz por estarmos voltando a jogar em São Januário. É a nossa casa e onde precisamos começar a conquistar nossa saída do Z-4. O time do Bahia vem fazendo bons jogos e temos que encontrar nossa melhor forma para vencê-lo”, disse Maxi López.

Leia Mais: Fluminense visita a Chape em Santa Catarina
Leia Mais:
Palmeiras embala no Brasileiro e já é segundo

Além de contribuir com boas exibições, o atacante vem exercendo papel fundamental nos bastidores. O camisa 11 se transformou numa espécie de “paizão” para os mais jovens. Tem sido comum vê-lo orientando e passando um pouco da experiência adquirida no futebol europeu para os companheiros. “Nosso time é jovem e acho importante falar. Isso nos ajuda na correção dos erros. Eu já passei por isso, então procuro dar moral para eles” declarou Maxi López, comentando, por fim, a parceria com o compatriota Andrés Ríos. “É fácil jogar ao lado do Ríos. Além de se sacrificar dentro de campo, ele é um cara que possui muita qualidade. Nesse momento eu preciso dele e ele precisa de mim”, finalizou o jogador.

Publicidade
Publicidade
  • CHARGE DO DIA