Siga o Jornal de Brasília

Torcida

Brasília Vôlei encara o Osasco nesta sexta-feira

Publicado

em

Publicidade

Matheus Garzon
redacao@grupojbr.com

O Brasília Volêi entra em quadra nesta sexta-feira (11), às 20h, no ginásio Sesi de Taguatinga, buscando fechar o primeiro turno da Superliga Feminina com uma vitória e trazer novas perspectivas para o time que ainda não alcançou uma regularidade no campeonato. A partida contra o Osasco é fundamental para as pretensões das candangas. Uma derrota deixaria a equipe do Distrito Federal a, no mínimo, sete pontos da colocação necessária para se classificar aos playoffs.

Para conseguir conquistar os tão valiosos três pontos, o técnico Inácio Junior e suas comandadas já sabem que não podem repetir a atuação da última terça-feira (8), quando perderam em casa por 3 sets a 0 para o Barueri. A ponteira Natália Silva, um dos destaques positivos do último jogo com 16 pontos, lamenta que a equipe não tenha mantido o ritmo durante todo o jogo. “Faltou um pouco mais de paciência para a equipe. Tivemos um bom primeiro set, mas no segundo parece que apagou. Não podemos entrar do mesmo jeito contra o Osasco”, afirma a jogadora.

A ponteira Natália Silva é um dos destaques da equipe na temporada, já tendo conquistado um prêmio de melhor jogadora em quadra. Foto: Nadine Oliver/Brasília Vôlei

A central e capitã do Brasília Vôlei, Angélica, tem um discurso parecido com a da colega de equipe e aponta o saque como uma das principais falhas do time na derrota para o Barueri. “Erramos mais do que poderíamos. No segundo set, tivemos seis saques errados em sequência e isso atrapalhou muito”, aponta.

Por este motivo, ao final do treino desta quinta (10), Angélica e outras jogadoras treinaram bastante o fundamento, buscando não errar na hora de repor a bola em jogo. “Um saque bom diminui a velocidade do adversário e a efetividade do ataque deles. Se o saque é ruim dificulta o posicionamento para o bloqueio e atrapalha a nossa defesa”, analisa a capitã da equipe.

Ganhar para se manter na briga

A vitória hoje, contra o Osasco, é fundamental não apenas para que o Brasília Vôlei saia da incômoda sequência de duas derrotas consecutivas, mas para que continue perto da zona de classificação para o mata-mata da Superliga. O adversário é o oitavo colocado, com 15 pontos, e está na linha de corte para a classificação. Já o time candango é nono colocado, mas possui apenas nove pontos. “Temos que ir concentrados em tudo que tiver para fazer. É um jogo-chave e tivemos dois dias para treinar. Nosso foco é parar tanto a peruana Angela Leyva, quanto a americana Destinee Hooker, que vêm se destacando”, afirma o técnico Inácio Junior.

Só para se ter uma ideia da importância do resultado na noite de hoje, o Brasília pode se posicionar a apenas três pontos do próprio Osasco, com uma vitória, ou ver, na pior das hipóteses, todos os times à frente ganhando e ficar a nove pontos da zona de playoffs.

Para que o tamanho da partida não atrapalhe o psicológico das jogadoras, explica Inácio, muita conversa tem sido feita, uma vez que o aspecto mental das atletas em quadra é assunto desde o começo da temporada. “É algo que ainda falta ser melhor. Não significa que estamos perdendo por causa disso, mas precisa de ser melhor trabalhado”, explica Inácio.

Brasília Vôlei x Osasco

Data: Sexta-feira – 11/01
Local: Ginásio SESI de Taguatinga
Ingressos: R$20 (Meia) R$40 (Inteira)
Vendas: Bilheteria Sesi Taguatinga ou no ticketfacil.com.br


Você pode gostar
Publicidade