Menu
Torcida

Bahia vence o Athletico-PR por por 3 a 1 e volta para o G4 do Brasileiro

Everaldo, que marcou chutando de bico, disse que o gol foi uma homenagem a Ronaldo Fenômeno.

Redação Jornal de Brasília

10/07/2024 22h18

fotos jornal (30)

Reprodução/X/@ecbahia

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS)

O Bahia venceu o Athletico-PR, fora de casa, por 3 a 1 nesta quarta-feira (10), na Ligga Arena, em Curitiba, em confronto direto na luta pelo G4 do Brasileiro.

Everaldo, Biel e Luciano Juba fizeram os gols do Bahia, enquanto Di Yorio descontou para o Athletico-PR no 2º tempo.

Everaldo, que marcou chutando de bico, disse que o gol foi uma homenagem a Ronaldo Fenômeno.

“Ronaldo Fenômeno, semifinal contra a Turquia. Sou muito fã, e foi um gol em homenagem a ele”, disse o jogador do Bahia em entrevista à CazéTV no intervalo da partida, lembrando que o eterno camisa 9 da seleção brasileira fez gol de bico na vitória por 1 a 0 contra a Turquia na semifinal da Copa do Mundo de 2002.

Com o triunfo, o Bahia interrompe uma sequência de três derrotas seguidas fora de casa, chega a 30 pontos e ocupa a 4ª colocação da competição, mas pode ser alcançado pelo São Paulo ainda nesta rodada, caso o Tricolor vença o Atlético-MG nesta quinta-feira (11).

Já o Athletico-PR fica na 7ª posição, com 25 pontos. O próximo confronto da equipe paranaense será no dia 13 de julho, contra o Ypiranga, em partida de volta da 3ª fase da Copa do Brasil, em que o Athletico precisa reverter a derrota por 2 a 1 na ida. Para o duelo decisivo, o Athletico terá um reforço: o técnico uruguaio Martín Varini, contratado para substituir Cuca, assumirá o comando da equipe.

COMO FOI O JOGO

O Bahia começou o confronto de forma avassaladora. Atacando pelos lados com jogadores de velocidade, como Biel e Rezende, a equipe de Rogério Ceni fez dois gols em apenas 15 minutos, com Everaldo e o próprio Biel. O Bahia seguiu melhor ao longo do 1º tempo, chutando quatro vezes no alvo, contra três chutes do Athletico-PR.

O Athletico-PR começou melhor o 2º tempo após o técnico interino Juca Antonello colocar Pablo no lugar de Emersonn no intervalo. Após muita pressão, o Athletico-PR até diminuiu a desvantagem aos 15 minutos do 2º tempo com um gol de Di Yorio, mas o Bahia conseguiu se segurar no restante da partida e ampliou o placar em cobrança de falta de Luciano Juba aos 35 minutos da etapa final.

GOLS E DESTAQUES

0 x 1: Everaldo abriu o placar para o Bahia com um chutão de bico! O camisa 9 recebeu de Jean Lucas na meia-lua da grande área e finalizou no ângulo direito do goleiro Léo Linck, aos 9 minutos do 1º tempo.

Cinco minutos depois, em mais uma troca de passes, Jean Lucas se movimentou, recebeu de Everaldo pelo lado direito da área e cruzou rasteiro. Léo Linck não alcançou, e Biel teve a frieza para esperar a queda do goleiro antes de mandar para a rede.

O goleiro Léo Linck precisou fazer uma grande defesa para evitar que o Bahia ampliasse o placar para 3 a 0 ainda no 1º tempo. Biel, do Bahia, chutou colocado, e o goleiro do Athletico-PR se esticou todo para espalmar para fora.

O Athletico-PR diminuiu o placar aos 15′ do 2º tempo. O lateral Fernando cruzou da ponta esquerda, Di Yorio subiu muito mais que Luciano Juba na pequena área e testou firme. A bola passou entre as pernas de Marcos Felipe e morreu no fundo da rede.

Em cobrança de falta frontal, Luciano Juba chutou colocado de canhota. A bola desviou nas costas de Thiago Heleno, primeiro homem da barreira, foi no contrapé de Léo Linck e entrou no cantinho direito.

Torcida do Athletico-PR protestou contra o time nos minutos finais da partida e começou a entoar o canto “Vergonha!”, enquanto a torcida do Bahia comemorou e gritou “olé” a cada passe dos jogadores do Tricolor de Aço.

ATHLETICO-PR
Leo Linck; Godoy (Madson), Thiago Heleno, Mateo Gamarra, Fernando; Gabriel (Zapelli), Fernandinho, Christian; Emersonn (Pablo), Di Yorio, Julimar (Cuello). T.: Juca Antonello.

BAHIA
Marcos Felipe; Luciano Juba, Kanu, Gabriel Xavier, Gilberto (Cicinho); Cauly, De Pena (Éverton Ribeiro), Jean Lucas (Caio Alexandre), Rezende; Everaldo (Ademir), Biel (Thaciano). T.: Rogério Ceni.
Local: Ligga Arena
Hora: 19h00 (horário de Brasília)
Árbitro: Felipe Fernandes de Lima
Cartões amarelos: Fernandinho e Thiago Heleno (ATH), Everaldo e Rezende (BAH)
Cartões vermelhos: não houve
Gols: Everaldo (BAH), aos 9′ do 1º tempo (0-1); Biel (BAH), aos 15′ do 1º tempo (0-2); Di Yorio (ATH), 15′ do 2º tempo (1-2); Luciano Juba (BAH), 32′ do 2º tempo (1-3).

    Você também pode gostar

    Assine nossa newsletter e
    mantenha-se bem informado