fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Torcida

Atlético-MG paga R$ 7 milhões pelo atacante chileno Vargas

O contrato de Eduardo Vargas com o Atlético-MG terá validade até 2022, e o atacante voltará a trabalhar com Jorge Sampaoli

Avatar

Publicado

em

Foto: AFP
PUBLICIDADE

Guilherme Piu
Belo Horizonte, MG

O Atlético-MG anunciou a contratação do atacante chileno Eduardo Vargas, que está perto de completar 31 anos. A chegada do jogador é mais um pedido do técnico Jorge Sampaoli. A diretoria alvinegra vai gastar R$ 7,2 milhões, e esse valor será pago à vista com a ajuda dos investidores parceiros do clube.

O contrato de Eduardo Vargas com o Atlético-MG terá validade até 2022, e o atacante voltará a trabalhar com Jorge Sampaoli. Os dois já estiveram juntos em outras duas ocasiões: na Universidad de Chile (CHI) e na seleção chilena. Vargas é aguardado em Belo Horizonte neste sábado (7) para realizar exames médicos e assinar contrato com o Atlético-MG.

Vargas é um velho pedido do técnico Jorge Sampaoli à diretoria alvinegra. Entretanto, o Tigres (MEX), clube onde o chileno tinha contrato até o fim desta temporada, colocava empecilhos para liberar o jogador, que já podia assinar um pré-contrato com outra equipe.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A necessidade de trazer reforços para o setor ofensivo fez o Atlético-MG se antecipar à espera pelo fim contratual do atacante e autorizou um agente a negociar pelo clube com os mexicanos.

Sampaoli tinha o interesse em contar com Vargas, com quem trabalhou na Universidad de Chile (CHI) e na seleção chilena, desde o início de sua passagem na Cidade do Galo, em março passado. O clube já havia tentado a sua contratação em julho. Contudo, encontrou dificuldades para chegar a um acordo.

Vargas é o 11º reforço da “Era Sampaoli” no Atlético-MG. O Galo já havia contratado a pedido do treinador o volante Léo Sena – já emprestado ao Spezia, da Itália -, os atacantes Keno, Marrony e Eduardo Sasha; os zagueiros Bueno e Junior Alonso; os meias-atacantes Alan Franco e Matías Zaracho; o lateral-direiro Mariano e o goleiro Everson.

Em todo o período de 2020 foram 19 reforços contratados pelo Alvinegro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Quando trabalharam juntos, Eduardo Vargas e Sampaoli conquistaram títulos importantes. Os dois foram campeões juntos da Copa Sul-Americana de 2011. Vargas marcou dois gols na vitória por 3 a 0 da La U em cima da LDU (EQU) na grande decisão.

Além disso a dupla também faturou a Copa América de 2015 pela seleção do Chile, com a artilharia da competição ficando com Eduardo Vargas.

Essa não será a primeira vez de Eduardo Vargas no Brasil. O chileno já vestiu a camisa do Grêmio, em 2013, atuou 37 vezes com o uniforme tricolor e fez nove gols.

As informações são da Folhapress

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade