fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Torcida

Alessandro Barcellos vence eleição e presidirá o Inter de 2021 a 2023

O representante da Chapa 05 superou José Aquino Flôres de Camargo no segundo turno da eleição para o Conselho de Gestão

Avatar

Publicado

em

Foto: Ricardo Duarte/ Inter
PUBLICIDADE

Alessandro Pires Barcellos é o novo presidente do Internacional. Nesta terça-feira, o representante da Chapa 05, O Inter Pode Mais, superou José Aquino Flôres de Camargo, da Chapa 03, Reage Inter, no segundo turno da eleição para o Conselho de Gestão, sendo o escolhido para dirigir o clube no triênio de 2021 a 2023.

A eleição teve participação de 29.041 sócios, 44,71% dos que estavam aptos a participar, em votação online. A chapa de Barcellos teve 16.522 votos (63,25% dos válidos), contra 9.600 votos (36,75% dos válidos) da Reage Inter. Houve ainda 2.354 votos nulos e 565 em branco.

Barcellos vai suceder Marcelo Medeiros, que estava à frente do Inter desde 2017. Ele ocupou a vice-presidência de futebol do clube até setembro, quando deixou o cargo por decisão do atual mandatário.

“Esse presidente que vos fala foi o que teve a maior votação em toda a história do Inter. Isso me deixa muito orgulhoso e com muita responsabilidade. Dois terços dos votos válidos nos legitimam a fazer a gestão nos próximos três anos. Quero agradecer de coração a todos aqueles que se envolveram, nos depositaram essa confiança. Vamos trabalhar 24 horas com todo o nosso Conselho de Gestão para trazer a alegria e orgulho dos colorados e coloradas – destacou Barcellos em sua primeira manifestação”, disse o presidente eleito.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Também ficaram definidos os nomes dos representantes dos demais cargos da gestão do Inter. O 1.º vice-presidente será Dannie Dubin, com Dannie Dubin como o 2.º, Luiz Carlos Ribeiro Bortolini sendo o 3.º, e Humberto Cesar Busnello ficando com a 4 ª vice-presidência.

A eleição também renovou 150 cadeiras do Conselho Deliberativo do Inter para o triênio de 2021 a 2023. E 4 das 11 chapas inscritas conquistaram cadeiras: foram 47 para a O Povo do Clube, 42 para a Juntos Somos Maiores, 35 para a O Inter Pode Mais e 26 para a Reage Inter.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Estadão Conteúdo




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade