fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Promoções

Portinari didático no CCBB

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Começa hoje e vai até 15 de maio o projeto Portinari – Arte e Ciência, no Centro Cultural Banco do Brasil. Por meio de reproduções dos quadros de Cândido Portinari e computadores, o projeto visa aproximar a obra do pintor modernista a estudantes de todas as idades.

Sistema de roldanas, dispersão da luz e pigmentação são alguns exemplos do que os visitantes irão aprender no projeto. “No quadro Descobrimento, Portinari desenhou marinheiros que puxam as velas de um barco por meio de roldanas. Usamos a obra para explicar como esse sistema funciona”, explica Suely Avellar, diretora cultural do Projeto Portinari, criado em 1979 por João Cândido Portinari, filho do pintor, e organizador dessa exposição em conjunto com a IBM/Brasil.

Ilhas de estudo de Física, Matemática, Biologia, Química e Informática poderão ser visitadas, com monitores que acompanham as turmas durante duas horas. “O projeto Portinari Arte e Ciência pode tornar mais fácil o aprendizado das ciências, uma vez que a criança assimila melhor a informação se associada a uma imagem”, destaca João Cândido Portinari, também diretor geral do Projeto Portinari.

As crianças poderão ainda modificar os quadros de Portinari. “Elas escolhem uma das telas no computador e a modificam com o Paint Brush. Aí, imprimem e levam para casa”, conta a educadora Suely.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Outra seção presente no CCBB é a Oficina de Misturas, em que os alunos fazem experimentos com cores e texturas. “Eles vêem na prática como as cores se fundem, dando origem a outras”, diz Suely.

A alta tecnologia foi usada até na reprodução dos quadros de Portinari. Eles foram feitos em uma máquina digital de técnica israelense, que leva uma hora para imprimir a jato de tinta, cada um deles.

A mostra pode ainda ser visitada virtualmente na Internet (site www.ibmcomunidade.com/portinari). Portinari – Arte e Ciência já percorreu as cidades do Rio de Janeiro, São Paulo e Campinas e comemora o centenário de nascimento do artista.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Promoções

Portinari didático no CCBB

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Começa hoje e vai até 15 de maio o projeto Portinari – Arte e Ciência, no Centro Cultural Banco do Brasil. Por meio de reproduções dos quadros de Cândido Portinari e computadores, o projeto visa aproximar a obra do pintor modernista a estudantes de todas as idades.

Sistema de roldanas, dispersão da luz e pigmentação são alguns exemplos do que os visitantes irão aprender no projeto. “No quadro Descobrimento, Portinari desenhou marinheiros que puxam as velas de um barco por meio de roldanas. Usamos a obra para explicar como esse sistema funciona”, explica Suely Avellar, diretora cultural do Projeto Portinari, criado em 1979 por João Cândido Portinari, filho do pintor, e organizador dessa exposição em conjunto com a IBM/Brasil.

Ilhas de estudo de Física, Matemática, Biologia, Química e Informática poderão ser visitadas, com monitores que acompanham as turmas durante duas horas. “O projeto Portinari Arte e Ciência pode tornar mais fácil o aprendizado das ciências, uma vez que a criança assimila melhor a informação se associada a uma imagem”, destaca João Cândido Portinari, também diretor geral do Projeto Portinari.

As crianças poderão ainda modificar os quadros de Portinari. “Elas escolhem uma das telas no computador e a modificam com o Paint Brush. Aí, imprimem e levam para casa”, conta a educadora Suely.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Outra seção presente no CCBB é a Oficina de Misturas, em que os alunos fazem experimentos com cores e texturas. “Eles vêem na prática como as cores se fundem, dando origem a outras”, diz Suely.

A alta tecnologia foi usada até na reprodução dos quadros de Portinari. Eles foram feitos em uma máquina digital de técnica israelense, que leva uma hora para imprimir a jato de tinta, cada um deles.

A mostra pode ainda ser visitada virtualmente na Internet (site www.ibmcomunidade.com/portinari). Portinari – Arte e Ciência já percorreu as cidades do Rio de Janeiro, São Paulo e Campinas e comemora o centenário de nascimento do artista.


Leia também
Publicidade