fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Promoções

Polêmica na abertura em Gramado

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

O longa-metragem Los Lunes al Sol, do cineasta espanhol Fernando León de Aranoa, vai abrir o 31º Festival de Gramado – Cinema Brasileiro e Latino no dia 18, segundo divulgaram, ontem, os organizadores do festival. Este foi o filme que gerou polêmica na Espanha, quando a academia espanhola decidiu indicá-lo para concorrer ao Oscar representando o país, no lugar do premiado Fale com Ela, de Pedro Almodóvar, que conquistou o Oscar de direção e roteiro e era o preferido da crítica.

Além de Los Lunes al Sol, será exibido o longa-metragem paulista De Passagem, dirigido por Ricardo Elias. A noite de abertura do evento começa com apresentação da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (Ospa), às 19 horas, em frente ao Palácio dos Festivais. Entremeando a solenidade de abertura do festival, serão exibidos três curtas-metragens: o cearense Águas de Romanza, o carioca Castanho e o paulista Terminal.

Ao todo, 116 filmes brasileiros disputam o Kikito – nome do troféu entregue na Serra Gaúcha – nas categorias documentário, longa-metragem, curta-metragem e média-metragem, e cinco produções estrangeiras concorrem pelo prêmio de melhor “longa-metragem latino de ficção”.

Um dos filmes mais aguardados para o Festival de Gramado é Apolônio Brasil, do ator e diretor Hugo Carvana e também a última participação do ator gaúcho José Lewgoy no cinema. Hugo Carvana é entre as diversas personalidades confirmadas uma das mais ilustres e premiadas do festival.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O filme gaúcho Concerto Campestre, longa-metragem com direção de Henrique de Freitas Lima, será apresentado em caráter hors concours, e outros dois filmes, Celeste & Estrela, da cineasta brasiliense Betse de Paula, e o paulista Narradores de Javé – que venceu o Festival de Recife e perdeu no Cine Ceará para Amarelo Manga –, serão apresentados em sessão Premiere.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade

Promoções

Polêmica na abertura em Gramado

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

O longa-metragem Los Lunes al Sol, do cineasta espanhol Fernando León de Aranoa, vai abrir o 31º Festival de Gramado – Cinema Brasileiro e Latino no dia 18, segundo divulgaram, ontem, os organizadores do festival. Este foi o filme que gerou polêmica na Espanha, quando a academia espanhola decidiu indicá-lo para concorrer ao Oscar representando o país, no lugar do premiado Fale com Ela, de Pedro Almodóvar, que conquistou o Oscar de direção e roteiro e era o preferido da crítica.

Além de Los Lunes al Sol, será exibido o longa-metragem paulista De Passagem, dirigido por Ricardo Elias. A noite de abertura do evento começa com apresentação da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (Ospa), às 19 horas, em frente ao Palácio dos Festivais. Entremeando a solenidade de abertura do festival, serão exibidos três curtas-metragens: o cearense Águas de Romanza, o carioca Castanho e o paulista Terminal.

Ao todo, 116 filmes brasileiros disputam o Kikito – nome do troféu entregue na Serra Gaúcha – nas categorias documentário, longa-metragem, curta-metragem e média-metragem, e cinco produções estrangeiras concorrem pelo prêmio de melhor “longa-metragem latino de ficção”.

Um dos filmes mais aguardados para o Festival de Gramado é Apolônio Brasil, do ator e diretor Hugo Carvana e também a última participação do ator gaúcho José Lewgoy no cinema. Hugo Carvana é entre as diversas personalidades confirmadas uma das mais ilustres e premiadas do festival.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O filme gaúcho Concerto Campestre, longa-metragem com direção de Henrique de Freitas Lima, será apresentado em caráter hors concours, e outros dois filmes, Celeste & Estrela, da cineasta brasiliense Betse de Paula, e o paulista Narradores de Javé – que venceu o Festival de Recife e perdeu no Cine Ceará para Amarelo Manga –, serão apresentados em sessão Premiere.




Leia também


Publicidade