fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Política & Poder

Ricardo Barros repudia operação

Líder do governo na Câmara dos Deputados é alvo de operação que investiga fraudes na contratação de energia elétrica em 2019

Avatar

Publicado

em

Foto: Marcello Casal Jr/ Agência Brasil
PUBLICIDADE

Alvo de operação do Ministério Público Federal, o líder do governo na Câmara dos Deputados, Ricardo Barros (PP), se manifestou sobre a ação.

Em nota, advogados do deputado federal relembrou que é relator da Lei de Abuso de Autoridade e disse repudiar o que chamou de “ativismo político do judiciário”. “O parlamentar reafirma a sua conduta ilibada”, diz a defesa.

O texto explica que a defesa ainda não teve acesso aos autos do processo e que solicitou para que Barros possa “prestar mais esclarecimentos à sociedade e iniciar sua defesa”.

Operação

A operação do MPF investiga fraudes na contratação de energia elétrica entre 2011 e 2014. No período, Barros foi secretário da Indústria, Comércio e Assuntos do Mercosul do Paraná, no governo de Beto Richa (PSDB). O escritório do deputado fica em Maringá-PR. Também há um mandado de busca a ser cumprido em São Paulo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Ricardo Barros é líder de governo desde o mês passado, quando assumiu o posto do major Vitor Hugo (PSL-GO). O deputado também foi ministro da Saúde durante o governo de Michel Temer (MDB) e foi prefeito de Maringá entre 1989 e 1993. Atualmente, cumpre o seu sexto mandato na Câmara.



Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade