Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Política & Poder

Valdemar quebra promessa, interfere no PL de Goiás e gera crise

A intervenção capitaneada por Valdemar irritou deputados que estão há mais tempo na legenda, e que tinham planos de disputar o governo ou o Senado

Por FolhaPress 17/05/2022 1h04
Foto: Agência Brasil

Fábio Zanini

A interferência do presidente nacional do PL, Valdemar da Costa Neto, no diretório da legenda em Goiás provocou uma crise interna.

Ex-líder do presidente Jair Bolsonaro (PL) na Câmara dos Deputados, o deputado Major Vitor Hugo assumiu a presidência estadual do partido, embora seja recém-filiado à sigla. Ele deve também ser candidato ao governo estadual, fornecendo um palanque confiável ao presidente.

A intervenção capitaneada por Valdemar irritou deputados que estão há mais tempo na legenda, e que tinham planos de disputar o governo ou o Senado.

O incômodo é ainda maior porque em novembro do ano passado Valdemar gravou um vídeo dizendo expressamente que não haveria troca no diretório goiano, que era capitaneado pela deputada federal Magda Mofatto.

“Nas discussões com o presidente Bolsonaro, nunca foi falado sobre o comando do partido em Goiás mudar de mão. Mesmo porque a Magda Mofatto, que é a nossa presidente e a nossa dirigente, é Bolsonaro de primeira hora”, afirmou ele na ocasião..

Valdemar também fez chegar a dirigentes locais que não aceitará contestações à sua decisão de trocar o comando do diretório goiano.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar