Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Política & Poder

Rodrigo Maia ri de Arthur Lira no Twitter: “Virou humorista”

“O presidente da Casa virou humorista”, atacou

Por Willian Matos 19/04/2021 12h56
O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, coordena reunião de líderes partidários.

O ex-presidente da Câmara, Rodrigo Maia, riu do seu sucessor, Arthur Lira, nesta segunda-feira (19).

Pelo Twitter, Lira disse que o orçamento para 2021 só foi aprovado depois das eleições de Câmara e Senado. Maia retuitou a postagem com emojis de riso.

Depois, Maia escreveu: “O presidente da Casa virou humorista. Aliás, defender a sanção do orçamento de 2021 só pode ser uma piada.”

“Orçamento está falido”

Maia é contra a sanção do Orçamento, que, na visão dele, é ilegal. “Tenho convicção que o presidente não deve e não pode sancionar”, afirmou o ex-presidente da Câmara ao jornal O Estado de S.Paulo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“A situação do Orçamento está gerando esse conflito e daqui para frente vai gerar outros. Tanto governo e Congresso tem responsabilidade por esse Orçamento em que as emendas parlamentares são maiores do que os gastos discricionários (despesas que não são obrigatórias e incluem investimentos) de projetos do governo. É a prova que esse Orçamento está falido, capturado pelos projetos paroquiais de um lado, e pelos subsídios tributários de setores beneficiados no Brasil de outro”, disse Maia.

Para Maia, Bolsonaro estará cometendo “um erro para o Brasil” caso sancione o orçamento sem vetos. “Não há outra decisão para o governo que não seja vetar o Orçamento e corrigi-lo rapidamente. A sanção de um projeto que está com problemas, a partir daí, sem dúvida nenhuma, o presidente da República passa a ser refém do Congresso. A relação dos Poderes não pode ser assim. Tem de ser de independência, mas harmônica.”

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar