Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Política & Poder

Queiroga não se opõe a pedido de Bolsonaro sobre desobrigar uso de máscara

“O presidente me pediu que fizesse um estudo para avaliar a situação aqui no Brasil. Então, vamos atender a essa demanda”, declarou o ministro

Por Willian Matos 11/06/2021 7h10
Queiroga na CPI Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Após o presidente Jair Bolsonaro anunciar que pediu ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, que desobrigasse o uso de máscaras contra a covid-19, Queiroga mostrou sintonia com o posicionamento de Bolsonaro e disse que vai estudar o caso. O presidente quer que quem já se vacinou e quem já foi infectado pelo novo coronavírus possa andar sem máscaras se quiser.

“O presidente acompanha o cenário internacional e vê que em outros países onde a campanha de vacinação já avançou, as pessoas já estão flexibilizando o uso das máscaras. O presidente me pediu que fizesse um estudo para avaliar a situação aqui no Brasil”, declarou Queiroga, na noite de quinta-feira (10). “Então, vamos atender a essa demanda do presidente Bolsonaro.”

Segundo Queiroga, o Ministério faz pesquisas diversas sobre a covid-19 no geral. O ministro declarou também que Bolsonaro está “muito satisfeito com o ritmo da campanha de vacinação no Brasil e da chegada de novas doses”.

Também na quinta (10), Bolsonaro declarou que “Queiroga vai ultimar parecer avisando desobrigar o uso de máscara de quem estiver vacinado ou já tenha sido contaminado”.






Você pode gostar