Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Política & Poder

Moro prefere atacar o PT a debater reforma, dizem ex-secretários do Ministério da Justiça

Na sexta-feira, 21, Moro reagiu a um artigo crítico às suas propostas de reforma do aparato judicial no Brasil

Por FolhaPress 23/01/2022 5h56
Foto: Marcello Casal Jr/ Agência Brasil

Fábio Zanini
São Paulo, SP

Dois ex-secretários da Reforma do Judiciário durante o governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) rebateram crítica feita pelo ex-ministro Sergio Moro (Podemos) em um grupo de WhatsApp ao desempenho do Ministério da Justiça em governos do PT.

“Quando chamado a debater seriamente a reforma do Judiciário, Moro faz o usual: deixa de lado os argumentos e prefere atacar o PT”, disseram em nota os advogados Pierpaolo Cruz Bottini e Sergio Renault, ex-titulares da secretaria.

Na sexta (21) Moro reagiu a um artigo publicado na Folha crítico às suas propostas de reforma do aparato judicial no Brasil, escrito por Bottini, Renault e outros cinco signatários.

O ex-juiz escreveu em tom de ironia: “Bom foi o Ministério da Justiça durante o governo do PT. Corrupção se espalhou, assassinatos explodiram, crime organizado cresceu”.








Você pode gostar