Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Política & Poder

Justiça determina que Dallagnol indenize Renan Calheiros em R$ 40 mil

Segundo o senador, as falas de Dallagnol feriram sua honra e imagem, especialmente com o eleitorado

Renan Calheiros Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

O procurador da República e ex-coordenador da Lava Jato Deltan Dallagnol terá que indenizar o senador Renan Calheiros (MDB-AL) por danos morais. Segundo a decisão da Justiça de Alagoas, o senador alegou que Dallagnol teria ido às redes sociais para atacá-lo e tentar interferir na eleição da presidência do Senado em 2019.

De acordo com a reportagem da Folha de S. Paulo, Renan ainda diz na ação que o procurador fazia publicações agindo como um “militante político e buscando descredibilização de sua imagem”. Segundo o senador, as falas de Dallagnol feriram sua honra e imagem, especialmente com o eleitorado.

“Conforme se pode verificar pelas provas documentais colacionadas aos autos, as publicações realizadas através das redes sociais desde o ano de 2018 apresentam caráter pessoal, atingindo o autor em sua honra objetiva, no que diz respeito à sua reputação perante terceiros, notadamente seus eleitores. Além disso, pretendia obstacularizar a eleição do autor à presidência do Senado Federal. Tudo isso converge para a reparação do dano moral pleiteado”, diz a decisão do juiz Ivan Vasconcelos Brito Junior, da 1ª Vara Cível da Capital .








Você pode gostar