Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Política & Poder

Jovens brasileiros de 12 a 17 anos estão aptos a se imunizarem com Pfizer

Em março, a farmacêutica informou que seu imunizante apresentou eficácia de 100% nos adolescentes com idades entre 12 e 15 anos

Por Geovanna Bispo 13/05/2021 4h13
Foto: Dado Ruvic/Reuters

Em depoimento a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), o gerente-geral da farmacêutica da Pfizer para a América Latina, Carlos Murillo, afirmou que as doses comercializadas para o Brasil podem ser aplicadas em adolescentes de 12 a 17 anos. A fala veio após questionamento do senador e vice-presidente da mesa, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), se a vacina que está sendo utilizada nos Estados Unidos é a mesma que começou a ser usada no país.

A agência reguladora de medicamentos nos Estados Unidos, FDA, autorizou, nesta segunda-feira (10), o uso da vacina da Pfizer em jovens de 12 a 18 anos. Em março, a farmacêutica informou que seu imunizante apresentou eficácia de 100% nos adolescentes com idades entre 12 e 15 anos.

Ofertas ignoradas

Murillo ainda afirmou que o governo não se manifestou sobre as propostas realizadas em 2020, nem para aceitar e nem para negar. Com a falta de resposta, o Brasil teria deixado de receber ao menos 4 milhões de doses do imunizante apenas neste primeiro semestre de 2021.

Veja todas:

14/08/2020 – Proposta de 30 milhões de doses: 500 mil em 2020; 1,5 milhão no 1º trimestre de 2021; 5 milhões no 2º trimestre; 14 milhões no 3º trimestre; 9 milhões no 4º trimeste.

Proposta de 70 milhões de doses: 500 mil em 2020; 1,5 milhão no 1º trimestre de 2021; 5 milhões no 2º trimestre; 33 milhões no 3º trimeste; 30 milhões no 4º trimestre.

18/08/2020 – Proposta de 30 milhões de doses: 1,5 milhão em 2020; 1,5 milhão no primeiro trimestre de 2021; 5 milhões no 2º trimestre; 14 milhões no 3º trimestre e 8 milhões no 4º trimestre.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Proposta de 70 milhões de doses: 1,5 milhão em 2020; 1,5 milhão no 1º trimestre de 2021; 5 milhões no 2º trimestre; 33 milhões no 3º trimestre e 29 milhões no 4º trimestre.

26/08/2020 – Proposta de 30 milhões de doses: 1,5 milhão em 2020; 2,5 milhões no 1º trimestre de 2021; 8 milhões no 2º trimestre; 10 milhões no 3º trimestre; 8 milhões no 4º trimestre.

Proposta de 70 milhões de doses: 1,5 milhão em 2020; 3 milhões no 1º trimestre; 14 milhões no 2º trimestre; 26,5 milhões no 3º trimestre; 25 milhões no 4º trimestre.

11/11/2020 – Proposta de 70 milhões de doses: 2 milhões no 1º trimestre de 2021; 6,5 milhões no 2º trimestre; 32 milhões no 3º trimestre; 29,5 milhões no 4º trimestre.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

08/03/2021 – Contrato firmado prevê 100 milhões de doses: 14 milhões no 2º trimestre e 86 milhões no 3º trimestre.

23/04/2021 – Segundo contrato em negociação prevê mais 100 milhões de doses: 30 milhões no 2º trimestre e 70 milhões no 3º trimestre.






Você pode gostar