Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Política & Poder

Flávio rebate Witzel e diz que o ex-governador tem “mão suja de sangue”

Senador rebateu o ex-governador, que disse mais cedo que o presidente Jair Bolsonaro é responsável pelas mortes por covid no Brasil

Por Willian Matos 16/06/2021 1h02
Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

O senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) fez acusações contra o ex-governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel. Flávio rebateu Witzel que, durante sessão da CPI da Pandemia nesta quarta-feira (16), também atacou a família Bolsonaro.

Flávio relembrou que Witzel é acusado de desviar R$ 700 milhões durante a pandemia. “Isso não é corrupção, é assassinato. E tem, sim, o depoente a mão suja de sangue entre esses quase 500 mil mortos. Esse sim é o culpado”, disse o senador. A fala vem em resposta ao ex-governador que, mais cedo, declarou que o presidente Jair Bolsonaro é responsável pelas 490.696 mortes por covid-19 no Brasil.

“O único responsável pelas 450 mil mortes que estão aí tem nome, endereço e tem que ser responsabilizado aqui e no tribunal penal internacional pelos fatos que praticou”, disse Witzel.

Flávio afirmou ainda que Witzel “foi eleito mentindo, enganando a população do Rio de Janeiro”. A família Bolsonaro apoiou a candidatura antes de romper com o ex-governador.






Você pode gostar