Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Política & Poder

CPI quer que Jair Renan seja investigado

Filho de Bolsonaro foi chamado de “marginal”, “maloqueiro” e “fedelho” por Omar Aziz, Randolfe Rodrigues e Renan Calheiros, respectivamente

Por Willian Matos 21/09/2021 12h57
Foto: Reprodução/Instagram

Senadores da CPI da Pandemia sugeriram nesta terça-feira (21) que Jair Renan Bolsonaro seja investigado após postar vídeo com armas e provocando a comissão.

O senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) apresentou ontem um requerimento de convocação do “Filho 04”, e o vice-presidente Randolfe Rodrigues (Rede-AP) demonstrou apoio ao comparecimento de Renan. Já Marcos Rogério (DEM-RO) é contra chamar o jovem e diz que ele deve ser investigado pela Justiça, e não pela CPI.

Rogério Carvalho (PT-SE) solicitou a Aziz que acionasse a PGR (Procuradoria-Geral da República). Já Randolfe acredita que o caminho seja a Polícia Civil.

Jair Renan foi duramente criticado no início da sessão de hoje, sendo chamado de “marginal”, “maloqueiro” e “fedelho” por Omar Aziz, Randolfe e Renan Calheiros, respectivamente.

Hoje, a CPI ouve o ministro da Controladoria-Geral da União (CGU), Wagner Rosário, acusado de prevaricação no Caso Covaxin por alguns senadores. Assista ao vivo:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar