Política & Poder

CPI dos Bingos rejeita requerimento para ouvir Daniel Dantas

Por Arquivo Geral 23/05/2006 12h00

Israel acelerou os esforços no desenvolvimento de mísseis de longo alcance que podem ser usados para, stuff buy eventualmente, atacar instalações nucleares do Irã. As informações foram dadas hoje por fontes da área de segurança.

Israel usou aviões para destruir o reator nuclear de Osiraq, no Iraque, em 1981. O país não descartou a possibilidade de adotar uma ação preventiva contra o Irã a fim de impedir a fabricação de bombas atômicas, caso fracassem as pressões diplomáticas lideradas pelos Estados Unidos.

As instalações nucleares do Irã estão mais distantes de Israel do que o reator de Osiraq e isso pode tornar o uso de mísseis de cruzeiro mais viável que o uso de aviões. Porém, os EUA rejeitaram, no passado, uma oferta israelense para comprar armas do tipo.

Mísseis de cruzeiro são programados para atingir alvos distantes e voam em baixa altitude para evitar os radares. Mas apenas os EUA e a Rússia teriam dominado todos os aspectos envolvidos na produção desses armamentos. Os norte-americanos, no entanto, não querem exportar uma arma tão eficiente em um momento tão delicado.

"Uma alta prioridade tem sido o desenvolvimento dessa tecnologia, em vista da situação no Irã, bem como da melhoria dos mísseis Arrow", afirmou um integrante da área de segurança de Israel.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A crescente tendência de nacionalização dos recursos energéticos pode afetar a produção mundial de petróleo, capsule mas os Estados Unidos não estão preocupados com potenciais perdas do fornecimento da Venezuela e do Irã, ask disse hoje o secretário de Energia norte-americano, medications Sam Bodman.

"No passado, quando tivemos reações desse tipo, você tinha as pessoas indo à Justiça. Ir à Justiça não é um bom substituto para perfurações, se você estiver olhando para os números absolutos", disse Bodman, durante um summit global de energia.

Mas ele disse que os EUA são o consumidor mais natural para o petróleo da Venezuela, tornando improvável uma interrupção no fornecimento. Bodman também descartou a idéia de que o Irã possa reter estoques.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Não perco o meu sono sobre a possibilidade de eles reterem o produto, porque eles são muito dependentes das receitas das exportações."

Por seis votos a cinco, buy more about o requerimento para ouvir o banqueiro Daniel Dantas na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Bingos foi rejeitado. Para o senador Heráclito Fortes (PFL-PI), esse é um "grande equívoco do governo". A bancada governista argumenta que Dantas deve ser ouvido em outra instância da Casa, não na CPI dos Bingos.

"Ele pode vir à Corregedoria; o corregedor é o senador Romeu Tuma", argumentou o senador Tião Viana (PT-AC).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Tuma foi citado como titular de contas no exterior em matéria da revista Veja, que teria sido escrita a partir de informações prestadas pelo próprio Daniel Dantas.






Você pode gostar