Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Política & Poder

Bolsonaro lamenta morte de Olavo de Carvalho

Olavo de Carvalho foi diagnosticado com Covid-19 em 16 de janeiro, porém, a causa da morte ainda não foi divulgada

A notícia da morte do escritor bolsonarista Olavo de Carvalho, 74 anos, na noite de 24 de janeiro, foi lamentada pelo presidente Jair Bolsonaro.

Em seu perfil no Twitter, o Chefe do Executivo exaltou o guru: “Nos deixa hoje um dos maiores pensadores da história do nosso país, o Filósofo e Professor Olavo Luiz Pimentel de Carvalho. Olavo foi um gigante na luta pela liberdade e um farol para milhões de brasileiros. Seu exemplo e seus ensinamentos nos marcarão para sempre”, escreveu.

Olavo de Carvalho foi diagnosticado com Covid-19 em 16 de janeiro, porém, a causa da morte ainda não foi divulgada.

Em julho do ano passado, o escritor bolsonarista havia sido internado às pressas no Instituto do Coração, do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (InCor), em São Paulo.

Na época , foi submetido a uma cirurgia renal. Após receber alta, teve novas complicações e passou mais de quatro meses internado na clínica Saint Marie, na Zona Sul da capital paulista. Olavo ainda tinha operado um câncer na bexiga, nos EUA.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar