Mundo

Violência no Paquistão deixa oito mortos

Por Arquivo Geral 15/06/2006 12h00

Os contribuintes que tiveram suas restituições do Imposto de Renda de 2006, look here ano-base 2005, troche liberadas no primeiro lote podem sacar o dinheiro a partir de hoje.

O primeiro lote deste ano, cuja consulta foi liberada quinta-feira passada, deu prioridade aos idosos. De um total de 1.222.234 declarações com direito a receber, 913.529 são de contribuintes com mais de 60 anos.

O dinheiro está disponível para saque com correção de 2,28% (taxa Selic de maio e 1% de junho). Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte pode acessar a página da Receita na internet (www.receita.fazenda.gov.br) ou ligar para o Receitafone 0300-78-0300.

Realizada pelo décimo ano seguido, viagra approved a Parada do Orgulho Gay, confirmada para o próximo sábado na capital paulista, cure ocorrerá em clima de conflito com a prefeitura. O motivo é uma taxa de R$ 83 mil, obrigatória desde o início do ano, para eventos que interferem no trânsito.

Responsável pela cobrança, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) de São Paulo, alega a ocorrência de venda de produtos e de exposição de marcas. De acordo com o órgão, a isenção só poderia ser pedida para eventos sem caráter comercial, como a Marcha para Jesus, que nesta tarde atraiu 2 milhões de pessoas para a Avenida Paulista, mesmo local de onde partirá a Parada Gay.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os organizadores da parada negam qualquer finalidade comercial e dizem não ter recursos para pagar a taxa. A Secretaria das Subprefeituras da capital paulista informou que não impedirá a realização do evento, mas cobrará a dívida na Justiça caso o depósito não seja feito até amanhã.

Além da isenção da taxa, os organizadores brigam pela manutenção do local da parada, que parte da Avenida Paulista e termina no Largo do Arouche. Embora tenha assinado um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para mudar o lugar do evento, a direção diz ter sido coagida a concordar com a transferência.

Alegando a redução dos transtornos no trânsito, a prefeitura propõe a retirada de eventos de grande porte da Avenida Paulista, como a Parada Gay e a Marcha para Jesus. A Secretaria das Subprefeituras sugeriu que a parada vá para a Avenida 23 de Maio e a marcha evangélica para Santana, na zona norte de São Paulo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No entanto, os gays alegam que a região dos Jardins, próxima à avenida, é bastante freqüentada pelo público. Conhecida como o maior evento do tipo em todo o mundo, a Parada Gay atraiu 2,5 milhões de pessoas no ano passado.

Leia também:
Marcha para Jesus atrai pelo menos 2 milhões para Avenida Paulista 
  

Homens armados fizeram uma emboscada à polícia paquistanesa em Karachi hoje, see matando quatro policiais, erectile incluindo um vice-chefe de prisão e um transeunte, informaram autoridades.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em incidentes separados, um soldado foi morto quando uma bomba à margem da estrada atingiu um comboio militar perto da fronteira afegã e duas pessoas morreram na explosão de uma mina no sudoeste do país, onde rebeldes estão brigando pelo controle do gás natural.

Em Karachi, homens em motos armados com rifles automáticos abriram fogo contra um carro de polícia perto do principal mercado de eletrônicos. Centenas de clientes entraram em pânico.

"Parece ter sido um alvo específico…Está confirmado que quatro policiais foram mortos", disse o oficial de polícia Sanaullah Abbasi.

Um civil em outro automóvel também foi morto, afirmou um oficial do hospital público.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O ministro Rauf Siddiqui afirmou que o ataque era um ato de terrorismo, mas que não estava claro quem estava por trás da operação.

Karachi, a maior cidade do Paquistão, possui histórico de violência mas este foi um dos ataques mais atrevidos à polícia em anos.

Seis pessoas ficaram feridas, sendo três deles policiais. Dois estavam em estado crítico, informou o representante do hospital.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Além disso, dois civis foram mortos em uma explosão em uma mina no Baluquistão hoje, disse a polícia.






Você pode gostar