Mundo

Policiais do Capitólio prendem homem que tentou passar por barreira com arma carregada

Vice President Mike Pence and House Speaker Nancy Pelosi preside over a Joint session of Congress to certify the 2020 Electoral College results after supporters of President Donald Trump stormed the Capitol earlier in the day on Capitol Hill in Washington, DC on January 6, 2020. – Members of Congress returned to the House Chamber after being evacuated when protesters stormed the Capitol and disrupted a joint session to ratify President-elect Joe Biden’s 306-232 Electoral College win over President Donald Trump. (Photo by Erin Schaff / POOL / AFP)

A polícia do Capitólio (sede do Congresso dos EUA) prendeu nesta sexta-feira (15) um homem que portava uma pistola carregada e mais de 500 cartuchos de munição.

Segundo fontes ouvidas pela rede de TV CNN, Wesley Allen Beeler tentou passar pelo bloqueio usando credenciais falsas pouco depois das 18h30 do horário local (20h30 de Brasília).

Beeler estacionou a caminhonete no posto de controle e apresentou uma credencial invalida. Ao ser questionado, o homem confirmou estar armado. De acordo com o canal, a pistola semiautomática estava carregada com 17 cartuchos de munição e pronta para disparar.

O departamento de política metropolitana de Washington informou que também foram encontrados 509 cartuchos de munição, carregadores e cartuchos para espingarda. Beeler foi preso por porte de arma e munição não registradas, entre outros crimes.

As informações são da FolhaPress

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar