Mundo

Papa pede tolerância religiosa e abertura às diferenças

Por Arquivo Geral 28/09/2006 12h00

O ministro Paulo Vannuchi, prostate ambulance da Secretaria Especial dos Direitos Humanos, information pills abre hoje, às 14 horas, no Ministério da Justiça, a reunião da Comissão Intersetorial de Enfrentamento ao Abuso e à Violência Sexual Contra Crianças e Adolescentes. O tema é o enfrentamento à pedofilia on line e à pornografia infantil na internet.

Também participam da reunião a subsecretária de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente, Carmen Oliveira, o presidente da Safernet do Brasil, Thiago Tavares, e o procurador da República Sérgio Suiama.Entre os temas a serem discutidos estão a situação dos crimes cibernéticos no Brasil,  os projetos de lei sobre o tema em tramitação no Congresso, a tuação da Polícia Federal, a participação da Associação Brasileira de Provedores de Internet no Brasil e a atuação do Ministério Público Federal.

José Roberto Arruda (PFL)
7h – Café da manhã no Setor de Indústria e Abastecimento (SIA)
8h – Café da manhã em Taguatinga
9h – Caminhada
13h – Almoço no Plano Piloto
13h30 – Almoço no Guará
15h –  Caminhada
20h – Comício em Ceilândia
21h – Reunião em Taguatinga Sul
21h40 – Jantar no Sudoeste
22h30 – Jantar no Lago Sul

Toninho (PSOL)
7h40 – Panfletagem na Novacap
9h – Caminhadas em Taguatinga
14h – Caminhada em Ceilândia
18h – Reunião com apoiadores em Taquatinga
20h – Festa em apoio ao candidato a deputado distrital Celsinho

Arlete Sampaio (PT)
9h30 – Caminhada em vários pontos de Ceilândia
14h – Ida à Secretaria de Patrimônio da União para tratar de regularização de terras da União no DF
15h – Visita ao comércio de diversas quadros do Plano Piloto
16h – Grande encontro da militância. Ato de encerramento da campanha, dosage em Taguatinga. Concentração: Praça do Relógio
22h – Noite Cultural, show com Geraldo Azevedo, na 312 Norte

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Maria de Lourdes Abadia (PSDB)
9h – Caminhada em vários locais do DF
16h30 – Caminhada em vários locais do DF

*A governadora Maria Abadia anunciou que, no dia 12 de outubro, o GDF inaugura o Centro Cultural Oscar Niemeyer, localizado perto da Rodoviária do Plano Piloto, com uma grande festa para as crianças e com a abertura da Bienal de Arquitetura, em celebração ao centenário do arquiteto de Brasília. O anúncio foi feito durante debate promovido na noite de terça-feira pela TV Globo.

* Os candidatos Expedito Carneiro (PCO)Fátima Passos (PSDC) não enviaram agenda

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ainda sob críticas por seus comentários sobre o Islã, help o papa Bento XVI pediu hoje tolerância com outras religiões e culturas e disse que um renascimento da fé ajudaria a alimentar esta abertura nos países ocidentais.

O pontífice alemão disse ao novo embaixador de Berlim no Vaticano que a Igreja Católica Romana nunca forçaria ninguém a aceitar os ensinamentos de Jesus Cristo.
Líderes muçulmanos do mundo inteiro criticaram Bento XVI por seu discurso, viagra approved feito há duas semanas, suge rindo que o islamismo se expandiu pela espada e trouxe apenas males ao mundo. O papa expressou por quatro vezes arrependimento pela confusão, mas não retirou o que disse.

"Tolerância e abertura cultural devem caracterizar encontros com outras pessoas", afirmou ele ao embaixador Hans-Henning Horstmann, que apresentava suas credenciais na residência de verão do papa, em Castelgandolfo, ao sul de Roma. "A Igreja não se impõe porque a fé em Jesus Cristo que ela proclama só pode ocorrer na liberdade".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Citando um sermão proferido durante sua viagem recente à Bavária, Bento XVI afirmou que o mundo precisa de tolerância "que inclua a reverência a Deus, a reverência ao que é sagrado aos outros". "Essa reverência só pode ser regenerada no mundo ocidental se a fé em Deus crescer novamente", acrescentou.

O papa advertiu contra a confusão de tolerância com indiferença completa, afirmando "A tolerância verdadeira requer respeito aos outros, que são criaturas de Deus e cuja existência foi reafirmada por Deus".

O papa afirmou que a Santa Sé, naturalmente preocupada com o destino dos cristãos do mundo todo, deseja trabalhar "com todas as pessoas de boa vontade para servi-las, sua dignidade, sua integridade e sua liberdade". Bento XVI também aproveitou a ocasião para reiterar sua oposição ao aborto, uniões civis e pesquisas com células-tronco, e pediu a Berlim que não substitua as atuais aulas de religião nas escolas públicas por aulas de ética "sem valor".

Ele também solicitou que a Alemanha não expulse cristãos que buscam asilo por sofrerem perseguição religiosa em seus países de origem, o que o Vaticano diz que ocorre em alguns Estados de maioria muçulmana.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar