Menu
Mundo

Lula celebra apelo de Mbappé contra a extrema direita antes das legislativas na França

Lula também falou da “importância das decisões políticas que projetam a democracia”

Redação Jornal de Brasília

05/07/2024 15h16

Foto: Ricardo Stuckert / PR

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva destacou a importância de “garantir a democracia” frente à extrema direita, que quer ganhar as eleições legislativas na França no domingo (7), e saudou o apelo do craque francês Kylian Mbappé.

“Vocês viram a declaração do Mbappé? Ele convocou o povo francês a não permitir que os fascistas, nazistas e a extrema direita governem a França. Porque ele sabe os problemas de ter extremistas no poder”, escreveu o mandatário no X na noite de quinta-feira.

Mbappé, atacante do Real Madrid, disse, na quinta-feira, em coletiva de imprensa, que era “urgente ir votar” no domingo após os “resultados catastróficos” do primeiro turno das eleições legislativas, nas quais o partido de extrema direita Reagrupamento Nacional, liderado por Marine Le Pen, venceu com um terço dos votos.

“Não podemos deixar o país nas mãos dessa gente, é realmente urgente (votar)”, insistiu o capitão da seleção francesa, sem mencionar o RN.

Lula também falou da “importância das decisões políticas que projetam a democracia”.

O presidente brasileiro recordou as palavras de Raí, ídolo do São Paulo e PSG e campeão mundial com a seleção de 1994, que pediu à população que parasse a extrema direita na quarta-feira, durante um discurso na Praça da República de Paris.

“Conheço bem a extrema direita, o melhor que sabem fazer é mentir. Os conheci no poder. A extrema direita no poder é o fim do mundo, o fim dos direitos humanos, do humanismo, da humanidade”, disse em francês o ex-jogador.

“No Brasil, vivemos um pesadelo: quatro anos de misoginia, de homofobia, de preconceitos, de desmatamento. A extrema direita é ódio”, afirmou.

As eleições legislativas na França também provocam reações nas fileiras de Bolsonaro.

Um dos seus filhos, o deputado Eduardo Bolsonaro (PL-SP), comemorou o resultado do primeiro turno no domingo passado.

“Todas as pessoas normais estão na torcida pela vitória deles (do RN), o que representaria o início do resgate da França”, disse em uma mensagem republicada pelo seu pai no X.

© Agence France-Presse

    Você também pode gostar

    Assine nossa newsletter e
    mantenha-se bem informado