Mundo

Israel põe em alerta soldados e tanques para ofensiva em Gaza

Por Arquivo Geral 27/06/2006 12h00

Cautela tem sido a palavra de ordem na Bolsa de Valores de São Paulo devido à apreensão quanto ao rumo do juro norte-americano e hoje não foi diferente: a bolsa fechou praticamente no zero a zero e com o segundo pior volume do mês.

O dia "D" da semana, rx story ou melhor, do mês, é quinta-feira, quando o banco central dos Estados Unidos redefine a taxa de juros do país e faz comentários sobre a economia. É amplamente esperado que o Fed eleve a taxa em 0,25 ponto, para 5,25%. A expectativa maior é pelo comunicado.

Sexta-feira também será importante, pois sai o PCE, uma das medidas de inflação preferidas do Fed.

"Até lá vamos continuar com o mercado muito volátil e acompanhando notícias pontuais", comentou Kelly Trentin, analista da corretora SLW.

O principal indicador da bolsa paulista fechou com oscilação negativa de 0,09%, aos 34.631 pontos. Na máxima do dia, subiu 0,6% e, na mínima, recuou 0,2%.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em Nova York, tanto o Dow quanto o índice de principais ADRs do Brasil subiram 0,5% no fechamento.

O volume financeiro ficou em R$ 1,48 bilhão, bem abaixo do giro médio do ano, de R$ 2,5 bilhões.

"A cautela será a postura que deverá ser mais utilizada nos negócio da semana", previu a SulAmérica em relatório.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A grande notícia no front corporativo foi o acordo entre Mittal e Arcelor, controladora da Arcelor Brasil, numa negociação que durou cinco meses e fixou o valor da Mittal em cerca de US$ 30,91 bilhões.

Os papéis da siderúrgica brasileira subiram mais de 9% na semana passada e chegaram a disparar 8% hoje de manhã, mas fecharam em baixa de 1,8%, com a "realização do fato", como dizem operadores.

Segundo analistas, a aquisição da Arcelor indica um movimento de consolidação do setor, o que é positivo, mas ainda é cedo para saber qual será o impacto do acordo na Arcelor Brasil, já que os detalhes do acerto ainda não foram fechados.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A maior alta do pregão foi Copel, que subiu 5,18%, com o sexto maior volume do Ibovespa, depois que a empresa informou que a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) reajustou suas tarifas de fornecimento em 5,12%, em média, a partir de 24 de junho.

Brasil x Gana
Amanhã, o pregão eletrônico será realizado entre 10h e 11h45, com uma pausa para o almoço, e depois será retomado das 14h30 às 17h, por causa do jogo do Brasil na Copa, que ocorre às 12h. O after-market acontecerá no horário normal.

Os advogados da Varig querem adiar para quarta-feira o detalhamento da proposta de compra da companhia aérea pela VarigLog.

Segundo o consultor da Alvarez&Marsal, stuff Marcelo Gomes, enquanto a proposta é detalhada, a VarigLog fará um depósito em dinheiro para viabilizar a continuidade das operações da Varig. A consultoria é contratada para ajudar na recuperação da empresa.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Os nossos advogados estão conversando com o juiz para propor esse tempo adicional, mas o depósito dos recursos está sendo feito", disse Gomes hoje, referindo-se ao juiz Luiz Roberto Ayoub, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, que cuida da recuperação judicial da Varig.

Gomes informou ainda que a BR Distribuidora garantiu o fornecimento de combustível à empresa até amanhã, mas depois disso serão utilizados os recursos depositados pela VarigLog para abastecer as aeronaves.

"A BR já deu combustível até amanhã. A partir de amanhã, vai ser pago constantemente com receita corrente deste depósito", disse ele, ressaltando que a prioridade para o uso desses recursos ser á pagamento de funcionários, empresas de leasing e combustível.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ele não quis precisar o montante que será depositado, mas na proposta original da VarigLog a perspectiva era de uma injeção de US$ 20 milhões de dólares na empresa.

Segundo a assessoria de imprensa da VarigLog, os recursos foram de positados, mas não foi confirmado se o valor corresponde ao da proposta original.

"Depositamos o suficiente para a operação da Varig até amanhã", disse um assessor de imprensa da VarigLog, explicando que o restante do depósito será feito após a aprovação da proposta pela Justiça.

A eleição dos 50 membros dos dez Conselhos Tutelares do DF terminou em atraso na apuração. Previstos para serem divulgados ontem à noite, store os resultados só saíram hoje pela manhã por causa da falta de pessoas para contar os votos.

De acordo com a comissão organizadora das eleições, story cerca de 50 bombeiros previstos para reforçar a apuração não apareceram. Apenas servidores da Secretaria de Ação Social e promotores voluntários fizeram a apuração. O Comando dos Bombeiros prometeu abrir inquérito para investigar a ausência.

Esse não foi o único problema registrado. Algumas cédulas vieram com erro de impressão, viagra com o número 12 impresso duas vezes no lugar do 25. O Ministério Público permitiu que se consertasse o número certo a mão. Além disso, as urnas chegaram com atraso em alguns locais de votação.

Os organizadores pediram urnas eletrônicas ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), mas a votação teve de ser manual porque o órgão alegou que seria necessário o efetivo de uma eleição normal, de 4,3 mil urnas e 17 mil mesários. De acordo com o órgão, isso ocorreu porque, pela lei, qualquer pessoa com mais de 16 anos estava apta a votar.

Apesar dos percalços, a eleição registrou participação recorde. Ao todo, 60 mil eleitores votaram, 30% a mais que os 46 mil registrados no último pleito, em 2003. O número de candidatos saltou de 201 para 343.

O procurador-geral da República, rx Antônio Fernando de Souza, visit this site vai encaminhar até o fim da próxima semana ao Supremo Tribunal Federal (STF) uma nova lista com pedidos de abertura de inquérito contra parlamentares envolvidos em desvios de recursos públicos investigados na chamada Operação Sanguessuga, discount da Polícia Federal.

A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa da Procuradoria-Geral da República. Segundo o órgão, a investigação tramita em segredo de Justiça, o que impede o procurador de revelar quem e quanto são os suspeitos.

No início deste mês, o procurador recebeu autorização do STF para investigar 15 parlamentares. Seus nomes também são mantidos sob sigilo.

Em maio, as mesas diretoras da Câmara e do Senado receberam da Justiça Federal uma lista com nomes de 61 deputados e um senador que são citados de alguma forma na investigação.

Esse fato provocou a criação de uma CPI Mista para investigar o caso, pedida por parlamentares da oposição. A efetiva instalação da investigação no Congresso ocorreu na semana passada.

Hoje, Antônio Fernando recebeu a visita do presidente da recém-instalada CPI dos Sanguessugas, deputado Antônio Carlos Biscaia (PT-RJ), e do relator, senador Amir Lando (PMDB-RO).

Os parlamentares foram pedir ao Ministério Público Federal o compartilhamento das informações reunidas durante as investigações da Operação Sanguessuga que estão em poder do órgão.

Posteriormente, ambos repetiram o pedido ao diretor-geral da PF, Paulo Lacerda, e à presidente do STF, ministra Ellen Gracie, que também participam da apuração.

Ao deixar o prédio do STF, Biscaia disse que Antônio Fernando afirmou estar preparando a relação de pedidos de inquérito ao STF. "Ele (o procurador ) me falou em algo em torno de 30 parlamentares", disse Biscaia.

Amir Lando, por sua vez, preferiu não falar na quantidade de nomes, mas confirmou a informação. Para ele, a visita aos três órgãos foi importante porque já existem muitos elementos para embasar a investigação parlamentar. "O emaranhado de provas, ao que parece, já é suficiente para dar um grande impulso à investigação".

A CPI terá uma reunião administrativa na quarta-feira, quando será definido seu cronograma de trabalhos. Os parlamentares esperam apresentar o relatório final dentro de 60 dias.

Em plena véspera de jogo do Brasil, stomach os deputados distritais resolveram mostrar trabalho, cure mas provocaram descontentamento no GDF. Nesta tarde, order os parlamentares aprovaram 23 emendas no projeto que concede reajuste a diversos servidores da administração local.

Com a galeria da Câmara repleta de servidores e sindicalistas, os distritais resolveram não dar mais tempo para debater o texto, como queria o Executivo. O plenário aprovou as emendas sem discussão.

A secretária de Gestão Administrativa, Cecília Landim, chegou a comparecer à Câmara, mas chegou pouco depois da votação. Agora, as emendas correm o risco de serem vetadas pela governadora Maria de Lourdes Abadia, que alega falta de recursos.
< !--StartFragment -- >

A BR Distribuidora, page subsidiária da Petrobras, divulgou uma nota há pouco informando que o fornecimento de combustível à Varig está garantido até amanhã. "À luz das notícias recentes, os planos da companhia são de negociar um cronograma de pagamento pelo menos até o final do mês de julho", diz o texto.

Resultado da parceria entre a Secretaria de Educação e a NET, symptoms o projeto NET Educação oferece pontos de TV a cabo para 120 escolas da rede pública de ensino do Distrito Federal.

Os alunos poderão assistir aos programas produzidos em Brasília pela equipe do Canal E, about it veiculados no canal 11 (eventual 1) da NET Brasília. Entre os programas produzidos pelo canal, about it está Em dia com a Educação, a revista eletrônica Caderno Educação e o Caixa Preta, voltado para o público jovem.

Confira os horários e a grade de programação no período de 26 de junho a 2 de julho

Segunda-feira (26) e quinta-feira (29)
Das 9h30 às 10h e das 14h às 14h30, será transmitido o programa Caderno Educação, que trará o tema Hábitos Saudáveis na Alimentação com as matérias: Alimentação saudável nas escolas, Escola de Fábrica, Vamos abraçar o lago e Ginástica Olímpica. Confira no bloco Contadores de História: A história do docinho, de Simone Carneiro. Em seguida, dica de cinema com o documentário As meninas e a dica de leitura Miolo de Pote da Cacimba de Beber, de Lilia Diniz.

Terça-feira (27) e sexta-feira (30)
Das 9h30 às 10h e das 14h às 15h, será transmitido o programa Caixa Preta, gravado no Centro de Ensino Médio Setor Leste, com o tema Identidade e Cultura.

Quarta-feira (28) e sábado (1º)
Das 9h30 à 10h e das 14h às 14h30, será transmitido o programa Em dia com a Educação, com o tema Brasil sem Homofobia. Toni Reis, secretário geral da Associação Brasileira de Gays, Lésbicas e Transgêneros, será o convidado dessa edição. No sábado, das 9h30 às 10h30, será retransmitido o programa Em dia com a Educação, com o tema Brasil sem Homofobia. Das 14h às 14h30, será reexibido o programa Caderno Educação, com o tema Hábitos Saudáveis na Alimentação.

Domingo (2)
Das 9h30 às 10h30, será retransmitido o programa Caixa Preta. Das 14h às 14h30, o canal reexibe o programa Em dia com a Educação.

Mais informações com o Canal E, pelo telefone: 3901-6917

Promotores dos EUA disseram, troche em novo julgamento hoje, erectile que Andrea Yates era sã o suficiente para saber que ela estava fazendo algo errado quando afogou seus cinco filhos.

Em seu pronunciamento inicial, dosage os advogados de Yates argumentaram que ela estava tão perturbada mentalmente que pensou estar ajudando suas crianças quando as afogou em sua casa em Houston.

Yates foi condenada em 2002 pelos estarrecedores assassinatos, mas o veredicto foi suspenso por uma corte de apelações por causa de um falso testemunho feito por uma importante testemunha de acusação.

Assim como em seu primeiro julgamento, Yates declarou-se inocente das acusações de assassinato, que poderiam levá-la à prisão perpétua, alegando insanidade.

Yanes, 41 anos, afogou as crianças, que tinham entre 6 meses e 7 anos, na banheira de sua casa no dia 20 de junho de 2001, enquanto seu marido, Rusty Yates, estava no trabalho.

Testemunhas mostraram que ela havia sido tratada em hospitais psiquiátricos em diversas ocasiões por severas depressões pós-parto, depois do nascimento de suas crianças. E apenas dois dias antes dos assassinatos, ela havia dito a um psiquiatra que precisava ter "pensamentos felizes".

O caso tornou-se importante para entidades de defesa das mulheres e defensores de pessoas com problemas mentais que disseram que ela precisa de tratamento, não da pena de morte que os promotores do Texas buscam.

Yates passou a maior parte dos últimos quatro anos na prisão recebendo tratamento e hoje parecia muito mais lúcida e animada do que em seu primeiro julgamento.

Um novo julgamento foi marcado porque o psiquiatra forense Park Dietz, convocado pela acusação no primeiro inquérito judicial, disse que Yates pode ter planejado matar suas crianças e depois alegar insanidade mental por causa de um episódio da série Law and Order, da rede de TV NBC.

Descobriu-se depois que esse episódio não existia, o que levou uma corte de apelações a anular o julgamento.

Os advogados de Yates disseram ao júri que ela estava de tal maneira delirante que acreditava que o diabo vivia dentro dela e que a única maneira de salvar suas crianças seria matando-as enquanto ainda eram inocentes.

Mas o promotor Kaylynn Williford disse que Yates estava calma e racional quando telefonou para a polícia depois de afogar as crianças uma a uma.

Ela disse à polícia que "havia considerado a morte de suas crianças por aproximadamente dois anos" e "que ela sabia que isso era errado e que ela seria punida", disse Williford.

Sob a lei texana, Yates, uma ex-enfermeira e oradora da turma na escola, não pode ser punida com a morte porque o júri em 2002 a condenou à prisão perpétua.

Desde sua condenação, Rusty Yates divorciou-se dela e casou-se novamente, mas deve testemunhar a seu favor.
< !--StartFragment -- >

Autoridades fecharam hoje um importante porto na Califórnia, sick depois de encontrar uma ameaça escrita em um compartimento de um navio de carga.

"Temos um relato de que havia uma mensagem de ameaça escrita em um pilar no compartimento de carga de um navio chamado Mild Lotus", sickness disse o porta-voz da Guarda Costeira Patrick Sullivan, doctor do lado de fora do porto californiano de Hueneme. "Aparentemente, um estivador que estava trabalhando no navio viu a mensagem.

"Autoridades disseram que o porto havia sido fechado para averiguação.

O Uniceub — Centro Universitário de Brasília vai ter que reduzir o valor dos créditos de algumas disciplinas, recipe comuns a diferentes cursos superiores oferecidos pela instituição. A 4ª Turma Cível do TJDFT aceitou os argumentos oferecidos pelo diretório dos estudantes, em Ação Civil Pública, determinando que a faculdade nivele os preços pelo valor mais baixo. Os Desembargadores fixaram multa diária no valor de R$ 1 mil, caso a decisão não seja cumprida. A conclusão é unânime. O julgamento aguarda publicação de acórdão.

No processo, o Diretório Central de Estudantes do Uniceub argumentaram que a instituição de ensino não presta informações claras acerca dos valores dos créditos. Segundo o autor, as disciplinas Ética, Cidadania e Realidade Brasileira I e II, comuns a todos os cursos, têm valores variáveis de um para outro. No curso de Pedagogia, por exemplo, as disciplinas custam R$ 268,80, enquanto que no de Nutrição, o custo é de R$ 536,64.

O Uniceub contestou os argumentos apresentados pelo diretório, afirmando que cobra preços diferentes porque são cursos também diferentes. Alegou que a base de cálculo leva em conta o custo do curso em si, e não da disciplina individualmente. Afirmou ainda que utiliza o mesmo procedimento há mais de 10 anos sem contestação e que sempre divulga os valores antecipadamente.

O Juízo de 1ª instância negou o pedido, mas o DCE recorreu e ganhou no 2º Grau. De acordo com os Desembargadores, a cláusula contratual que impôs a diferenciação é abusiva e infringe os princípios da isonomia e boa-fé, que regem os contratos de modo geral: “É a mesma prestação de serviço, sob a mesma forma, conteúdo e local, cuja contraprestação é fixada em parâmetros diferenciados, configurando claro enriquecimento sem causa”, julgaram.

A decisão declarou nula a cláusula questionada pelo diretório. Determinou que os valores sejam fixados levando-se em conta o parâmetro de menor valor, sob pena de multa diária de R$ 1 mil por atraso no cumprimento.

 

< !--StartFragment -- >

De janeiro a abril deste ano, treatment o Fundo Constitucional do Centro-Oeste (FCO) emprestou R$ 73 milhões aos empresários das áreas urbana e rural do DF. O valor representa 18% dos R$ 407, web 5 milhões destinados pelo Ministério da Integração Nacional para a região e é a quarta participação entre os estados do Centro-Oeste.

Juntos, os setores de comércio e serviços contrataram R$ 21,7 milhões, em 237 operações. A indústria participou com 17 operações e R$ 6,5 milhões em volume financeiro. O setor de infra-estrutura privada fez apenas uma operação, no valor de R$ 30 milhões. O setor rural ficou com R$ 14,8 milhões, contratados em 327 operações.

O estado de Goiás foi a unidade regional da Federação com o maior volume de empréstimo do FCO. Contratou financiamentos de R$ 124,4 milhões, ou 30,5% do total destinado ao Centro-Oeste. Mato Grosso ficou com R$ 110,5 milhões e Mato Grosso do Sul com R$ 99,2 milhões.

Segundo o assessor técnico do Ministério da Integração Nacional, Pedro Serpa, a reduzida participação do DF nas operações de empréstimo se justifica pelo seu pequeno território em relação às demais unidades do Centro-Oeste. “Ainda assim, os setores de destaque no DF são os de comércio e de serviços, por isso, têm tanta representatividade nos empréstimos”, disse.

O PSB decidiu suspender a convenção nacional do partido marcada para a próxima quarta-feira, buy more about informaram parlamentares da legenda. Com isso, fica definitivamente sepultado qualquer apoio formal ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A convenção é a instância que define as coligações eleitorais. Como o PSB decidiu não selar uma aliança nacional, não haveria necessidade de realizá-la. O partido deve divulgar a decisão ainda nesta segunda-feira.

A opção de não coligar-se a Lula levou em conta a dificuldade de superar a chamada cláusula de barreira, regra segundo a qual a agremiação política que não eleger um número mínimo de deputados perde o direito à representação parlamentar, dinheiro do fundo partidário e tempo de TV e rádio para fazer propaganda política.

A aliança nacional com o PT implicaria maior dificuldade para atingir esse objetivo, já que as duas legendas, tradicionalmente unidas, não se entendem em cerca de sete Estados.

Sem o PSB, Lula terá seis minutos na TV, cerca de 1min30 a menos de tempo de televisão.

O PCdoB vive o mesmo problema, mas a tendência é partir para a disputa eleitoral formalmente ao lado de Lula. A convenção do partido está marcada para a próxima sexta-feira. Até agora, a chapa para a reeleição é formada apenas pelo PT e PRB do vice-presidente José Alencar.

Dois caças F/A-18 "Hornet" de uma base na Califórnia (EUA) colidiram hoje em pleno ar, buy more about durante uma missão rotineira de treinamento, link matando um dos dois pilotos, informou a Marinha americana.
Os caças de ataque da Estação Aeronaval de Lemoore estavam participando de uma missão de interceptação quando colidiram em uma área de treinamento, disse a Marinha. Um piloto conseguiu se ejetar e sobreviveu ao acidente, enquanto o outro morreu, também segundo a Marinha.
A causa do acidente está sob investigação, e o nome do piloto não foi divulgado pela Marinha.

O trabalhador que participa do Programa de Integração Social (PIS) e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) tem até amanhã para sacar o abono salarial. Para isso é necessário atender a alguns critérios, seek como ter trabalhado durante pelo menos 30 dias em 2004. O PIS/Pasep é uma contribuição dos empregadores que financiam o pagamento do abono para os trabalhadores e o seguro desemprego. Quase 500 mil pessoas ainda não foram buscar os R$ 350, no rx 00 de abono a que têm direito.

O gerente nacional de Distribuição de Benefícios da Caixa Econômica Federal, Ricardo Edno, explica que o funcionário de empresa privada tem que atender a outras condições para retirar o abono: estar cadastrado no Programa PIS/Pasep até 2001; ter recebido, em 2004, uma média de até dois salários mínimos; e ter seus dados informados pela empresa na Rais (Relação Anual de Informações Sociais) referente a 2004.

O abono salarial pode ser retirado em qualquer agência da Caixa Econômica Federal. O trabalhador deve levar a carteira de identidade e o número do PIS/Pasep que consta da Carteira de Trabalho. Quem tem o Cartão do Cidadão, com senha cadastrada, pode sacar o abono nos terminais de auto-atendimento da Caixa, nas casas lotéricas ou nos correspondentes bancários.

O dinheiro não sacado irá para o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), que financia os programas de seguro-desemprego.

A campanha de vacinação anti-rábica para animais da Vila Estrutural, information pills ocorrida no sábado passado, salve promovida pela Secretaria de Saúde, vacinou 1970 cães e 225 gatos.

De acordo com o gerente da GCRZ, Rodrigo Mena Rodrigues, a vacinação nos cães e gatos do DF e Entorno está alcançando seu objetivo. O último caso de raiva canina no Distrito Federal foi identificado em 200 e felina em 2001.

As cidades mais vulneráveis à raiva são Itapoã e Vila Estrutual devido ao número de cães soltos e as condições precárias do moradores da região. Por isso, o Departamento de Zoonoses dá atenção especial à vacinação de cães e gatos nas duas regiões.

A próxima campanha de vacinação será em outubro e vai abranger todo o DF. “É muito importante que os animais sejam vacinados, pois a raiva é uma doença infecciosa e contagiosa, causada por um vírus altamente fatal, que se manifesta com sinais nervosos”, afirma o veterinário Rodrigo Mena Rodrigues.

Os delegados aderiram, ed ontem, illness à greve da Polícia Civil, complicando ainda mais a frágil situação da segurança pública no DF. "Não queríamos fazer isto, mas fomos obrigados pelo absoluto descaso com que o governo federal trata nossa categoria", justificou o presidente licenciado do Sindicato dos Delegados (Sindepo), Mauro César Lima. A assembléia da categoria foi ontem à noite.

Os delegados, que vinham atendendo à comunidade devido à paralisação dos agentes, vão montar uma Central de Flagrantes, para atender apenas os casos de crimes hediondos (como homicídios e latrocínios). Ela ficará no Departamento de Polícia Especializada (DPE) ou na sede do Sindepo, no Sudoeste.

Leia mais na edição de amanhã do Jornal de Brasília.

A Argentina assinará com a Bolívia na quinta-feira um acordo sobre o gás natural que importa do país andino. Segundo uma fonte diplomática, online  a proposta prevê um aumento de cerca de 47% no preço do recurso e um forte incremento no volume adquirido.

Ambos os países negociaram ao longo de meses para poder chegar ao convênio  presidente argentino, salve Néstor Kirchner, cheap e o boliviano, Evo Morales formarão em Buenos Aires.

"Já está tudo acordado. Assinam (o acordo) em 29 (de junho) o presidente Kirchner e o presidente Evo Morales. O valor é de US$ 5 por milhão de BTU (Unidades Térmicas Britânicas)", afirmou à Reuters o embaixador da Bolívia em Buenos Aires, Ortiz Mercado. Até o momento, a Argentina paga US$ 3,4 por milhão de BTU. O programa também fixa um incremento das exportações de gás boliviano para a Argentina até chegar a 20 milhões de metros cúbicos diários, disse o diplomata.

A Argentina importa atualmente cerca de 5,5 milhões de metros cúbicos por dia, pouco mais de 4% do total do consumo no país, e abaixo do máximo de 7,7 milhões de metros cúbicos que está autorizada a comprar até dezembro deste ano.

Morales, que preside o país mais pobre da América do Sul, nacionalizou em maio os hidrocarbonetos. Logo depois, buscou um aumento do preço do gás que vende majoritariamente ao Brasil e à Argentina.

O acordo que assinarão Kirchner e Morales tem um capítulo dedicado a investimentos que serão feitos mediante alianças estatais binacionais. "Vamos empreender projetos comuns. Necessitamos de plantas de separação de líquidos, usinas termoelétricas. São projetos que vão se concretizar porque precisamos deles", destacou Ortiz Mercado. A Argentina planeja construir um gasoduto que proverá gás ao nordeste do país.
Advogados e oficiais que preparam as audiências por crimes de guerra no centro de detenção de Guantánamo esperaram ontem uma série de sentenças da Suprema Corte dos EUA. Mas as decisões não saíram.

Ainda se espera para o final da semana o parecer da Suprema Corte em um caso que contesta o poder do presidente George W. Bush para criar os tribunais militares. Enquanto isso, link advogados que defendem e acusam os suspeitos estrangeiros de terrorismo mantidos em Guantánamo preparam seus argumentos.

"Eu esperava estar aqui quando a decisão fosse anunciada, cialis 40mg de forma que pelo menos pudesse informar o meu cliente", disse a major-aviadora Yvonne Bradley, que advoga para o prisioneiro etíope Binyam Muhammad, acusado de conspirar com a Al Qaeda para atacar civis. "É como esperar o veredicto do julgamento", comparou. Embora as audiências tenham sido suspensas, os advogados ainda têm um prazo para fazer intervenções por escrito.

Os tribunais são criticados por não darem aos suspeitos a chance de se defender diante de uma côrte regular dos EUA. Os prisioneiros também não têm acesso a informações secretas que podem ser a fonte das acusações de crimes de guerra contra eles.

Outros preparativos para os tribunais, chamados formalmente de comissões, ocorrem reservadamente na base naval encravada em Cuba. Foram estabelecidas datas adicionais para audiências em agosto e setembro.

"Os membros das cortes estão sendo preparados para reagirem e seguirem adiante se (a sentença) for a nosso favor. Ninguém deseja estar desprevenido", explicou o capitão Bruce Roberts, porta-voz dos tribunais. "Não acho que se espere que avancemos rápido demais, mas estaremos preparados. Ninguém sabe exatamente o que a Suprema Corte vai determinar. Pode ser que tenhamos de fazer mudanças".
Tanques e tropas israelenses foram concentrados perto de Gaza, this web hoje, para a ofensiva contra militantes palestinos. Israel disse que atingirá líderes do Hamas se o soldado seqüestrado não for libertado.

No norte de Gaza, palestinos bloquearam estradas com entulho e arame farpado. Militantes carregando fuzis automáticos e foguetes anti-tanque patrulham as ruas. A tensão na fronteira chegou ao ponto máximo desde que Israel saiu de Gaza, há quase um ano.

Os Estados Unidos exortaram Israel a dar uma chance à diplomacia para conseguir a libertação do soldado Gilad Shalit, de 19 anos. Ele foi raptado no domingo por militantes palestinos em um ataque a um posto de fronteira. Durante a ação, dois homens morreram.

Israel afirmou que os líderes do Hamas, que assumiu o governo palestino, podem virar alvos de assassinato. Entre eles está o comandante supremo do grupo, Khaled Meshaal, que vive no exílio em Damasco.

O braço armado do Hamas confirmou ter realizado o ataque de domingo, em conjunto com outras facções, mas não admitiu estar com Shalit.

"Eles têm que entender uma coisa: ninguém está imune, incluindo Khaled Meshaal. Ninguém está imune", alertou o ministro de gabinete e ex-general israelense Benjamin Ben-Eliezer.

Vestido com uniforme militar e segurando um rifle AK-47, o porta-voz do braço armado do Hamas, Abu Ubaida, advertiu Israel sobre uma resposta violenta se as forças voltarem a invadir Gaza. "O inimigo vai se arrepender do momento que fizer uma ação em Gaza. O preço será muito pesado", afirmou.

Em Nizmit Hill, ao lado da fronteira com Gaza, cerca de 100 tanques israelenses e blindados de transporte estão alinhados. Não foram feitas declarações sobre quando as tropas poderão entrar.

De acordo com a mídia israelense, o governo também aprovou um plano de contingência para cortar o fornecimento de alimento, água e gás para a Faixa de Gaza caso o soldado não seja libertado.

O braço armado do Hamas – ao lado dos Comitês de Resistência Popular (PRC) e do Exército Islâmico – disse que Israel não terá informação sobre o soldado a não ser que liberte todos os palestinos mantidos em prisões israelenses. Segundo autoridades, há cerca de 100 mulheres e 300 jovens em prisões de Israel por acusação de violações de segurança. O país rejeitou a exigência.

O primeiro-ministro de Israel, Ehud Olmert, responsabilizou o Hamas e o presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, pelo ataque de domingo. "Está chegando o momento de uma operação ampla, dura e severa de Israel. Não vamos esperar para sempre", disse.

A secretária de Estado norte-americana, Condoleezza Rice, pediu calma. "É realmente necessário um esforço agora para tentar acalmar a situação", afirmou ela.

De acordo com grupos militantes, o ataque de domingo foi uma resposta às mortes de 14 civis palestinos em ataques aéreos israelenses contra militantes em Gaza, depois de disparos de foguetes a partir do território contra Israel.

O correspondente de assuntos militares da Televisão de Israel, que recebe informações regularmente sobre o Exército, disse que levará mais um dia para que sejam reunidas forças suficientes para uma operação terrestre.






Você pode gostar