Mundo

Incêndio em presídio mata pelo menos 30 na Argentina

Por Arquivo Geral 05/11/2007 12h00

Pelo menos 30 pessoas morreram e cerca de 25 ficaram feridas, buy na noite deste domingo, num incêndio proposital, após um motim, em um presídio da capital da província de Santiago del Estero, cerca de 1.150 quilômetros ao noroeste de Buenos Aires.

Fontes da penitenciária indicaram que o incêndio aconteceu de maneira proposital em um dos pavilhões da Prisão de Homens de Santiago del Estero, após uma frustrado tentativa de fuga de alguns detentos.

Após a meia-noite (horário local) de domingo, um motim dos presos dificultava a tarefa das equipes de resgate que tentavam evacuar outro pavilhão, aparentemente atingido pelo fogo.

As fontes disseram que as autoridades do presídio cortaram o fornecimento de energia e de água em todo o local, que possui cerca de 460 reclusos.

A falta de informação oficial sobre a situação gerou incidentes nas imediações do presídio, onde estão concentrados familiares dos detentos, que receberam assistência da secretaria de Direitos Humanos do Bispado de Santiago del Estero.

Pelo menos 12 agentes de segurança e 12 detentos foram internados em hospitais da região, disse o diretor da penitenciária, Rodolfo Camaño, enquanto várias ambulâncias transferiam a depósitos dos centros assistenciais dezenas de cadáveres.

“Tratou-se de um motim com uma tentativa de fuga que começou no pavilhão 2, onde havia 42 internos”, afirmou Camaño, que assegurou que nenhum deles conseguiu fugir. Acrescentou que o fogo começou quando cerca de dez detentos passaram a queimar colchões.

Fontes consultadas pela Efe afirmaram que houve um confronto, nos arredores do local, entre familiares dos presos e a Polícia, que respondeu com disparos de balas de borracha.

O Governo da província de Santiago del Estero confirmou esta noite que “há vítimas fatais” no incêndio, mas não confirmou quantas pessoas morreram. Segundo a agência estatal de notícias “Télam”, o número de mortos ultrapassa os 30.






Você pode gostar