Menu
Mundo

Forte tremor de magnitude 5,9 sacode centro do Japão

O tremor foi registrado às 06h31 locais (18h31 de domingo em Brasília) e teve seu epicentro na península de Noto, onde outro sismo devastador causou mais de 230 mortes em 1º de janeiro

Redação Jornal de Brasília

03/06/2024 7h35

Foto: JIJI Press / AFP/ Japan OUT

Um forte terremoto de magnitude 5,9 sacudiu, nesta segunda-feira (3, noite de domingo em Brasília) o centro de Japão, mas não foi emitido nenhum alerta de tsunami, informou a agência meteorológica do país asiático.

O tremor foi registrado às 06h31 locais (18h31 de domingo em Brasília) e teve seu epicentro na península de Noto, onde outro sismo devastador causou mais de 230 mortes em 1º de janeiro.

As autoridades locais indicaram que, inicialmente, não houve relatos de danos, mas continuam recolhendo informação, segundo a televisão pública NHK.

Cerca de 10 minutos depois do terremoto da manhã desta segunda ocorreu um segundo sismo de magnitude 4,8 na mesma região, indicou a agência meteorológica.

A operadora da usina nuclear Kashiwazaki-Kariwa, na região do tremor, anunciou a suspensão das operações para avaliar possíveis danos, segundo a NHK.

A emissora advertiu que muitos edifícios no litoral do Mar de Japão já haviam sido danificados no potente sismo de janeiro e suas réplicas.

O terremoto de 1º de janeiro destruiu edifícios, causou incêndios e derrubou infraestruturas na península de Noto, quando as famílias comemoravam o Ano Novo.

Situado sobre quatro placas tectônicas a oeste do “Círculo de Fogo” do Pacífico, o Japão é um dos países de maior atividade sísmica do mundo.

O arquipélago de 125 milhões de habitantes registra aproximadamente 1.500 tremores por ano, cerca de 18% da sismicidade global, a maioria deles leves.

bur-kaf/nro/sag/mar/mas/mar/rpr

© Agence France-Presse

    Você também pode gostar

    Assine nossa newsletter e
    mantenha-se bem informado