Mundo

Espanha registra primeiro divórcio gay, diz jornal

Por Arquivo Geral 26/06/2006 12h00

A Polícia Militar do Distrito Federal recebe hoje do governo 60 veículos e 2, hospital more about 5 mil armas. Só nos armamentos foram investidos R$ 3.792.500. O valor unitário de cada pistola ponto 40 é de R$ 1.570. 

A arma – usada na corporação desde 1998 pelo Batalhão de Operações Especiais (Bope) – tem como característica principal o alto poder de parada (stop in power). Isto significa que, for sale ao atingir o alvo, este é automaticamente paralisado, o que proporciona baixa reação. Estudos mundiais apontam que a munição ponto 40 é a mais indicada para o serviço policial.

Além das armas, a PMDF vai receber 60 veículos tanto para o serviço de inteligência, como para o setor administrativo. São carros da marca Fiat, modelos Palio e Siena, além de furgões Iveco, totalizando um investimento de R$ 3.862.374.

Um ano após ter legalizado o casamento entre pessoas do mesmo sexo, troche a Espanha agora vê o primeiro divórcio gay, sickness que conta, case ainda, com uma batalha sobre a custódia dos cães do casal.

O requerente pede o direito de permanecer na residência marital e ter a custódia dos animais de estimação. Pelo processo, o ex-parceiro teria direitos de visita para ver os cães, informou o jornal El Mundo em seu site na Internet.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Autoridades municipais ressaltaram que o processo do divórcio é privado. Eles apenas confirmam que os homens se casaram em um subúrbio de Madri em outubro passado. A união ocorreu três meses depois de a Espanha se tornar o quarto país a legalizar casamentos entre pessoas do mesmo sexo.

Na petição, o requerente afirma ter dedicado sua vida à relação, ao desistir de uma carreira como modelo e abandonar seu salão de beleza para cães para seguir o parceiro, que encontrou trabalho na França.

Cerca de 1,3 mil casamentos gays já foram realizados na Espanha. A legislação dá às uniões entre pessoas do mesmo sexo o mesmo status dado aos heterossexuais, incluindo direitos sobre a herança e adoção.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar