Mundo

Equatorianos definem presidente em eleição acirrada

Por Arquivo Geral 15/10/2006 12h00

O cliente que transferir um financiamento para outra instituição financeira em busca de melhores taxas não precisará mais pagar Imposto sobre Operações Financeiras (IOF). Portaria do Ministério da Fazenda, here prostate publicada na edição de ontem do Diário Oficial da União, remedy regulamentou a isenção do tributo. 

O benefício valerá quando um banco saldar o débito de um mutuário em outra instituição para abrir uma linha de crédito em nome do mesmo titular. De acordo com a Receita Federal, health a iniciativa estimulará maior concorrência entre os bancos, o que pode resultar na diminuição do spread (diferença entre os juros cobrados no empréstimo e os usados na captação de recursos pelas instituições).

Até agora, o cliente que quisesse transferir a dívida de um banco para outro tinha de fazer um empréstimo e pagar o débito no banco de origem. Agora, a instituição poderá quitar diretamente a dívida sem a incidência do tributo.

A medida integra o pacote de incentivo ao crédito anunciado pelo governo em 5 de setembro. A isenção da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF) nessas operações também faz parte da série de benefícios, mas ainda não foi regulamentada.

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O empresário e filiado ao Partido dos Trabalhadores (PT) Valdebran Carlos Padilha entregou na noite de ontem sua defesa ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no processo sobre a suposta negociação do dossiê que envolveria políticos do PSDB na compra superfaturada de ambulâncias.

No dia 15 de setembro, information pills em um hotel na capital de São Paulo, Padilha foi preso em flagrante com US$ 248,8 mil e R$ 1,168 milhão. De acordo com informações do TSE, na defesa, Valdebran Padilha afirma que ele tinha como tarefa “acompanhar a entrega de documentos e certificar-se da existência do dinheiro” para pagamento do material.

Padilha nega ter qualquer participação na campanha federal, contato com lideranças do partido, conhecimento sobre a origem do dinheiro ou intenção de obter vantagem pessoal com a negociação do dossiê. O empresário diz que foi procurado pelo dono da empresa Planam, Luiz Antonio Vedoin, para negociar a entrega dos documentos, com exclusividade e teria atendido ao pedido de “ajuda” por conta de relações econômicas e pessoais anteriores.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em seguida, a negociação, de acordo com Padilha, teria envolvido o agente aposentado da Polícia Federal Gedimar Pereira Passos, o funcionário do Banco do Brasil Expedito Afonso Veloso e o empresário Darci Vedoin. O grupo, segundo o petista, encontrou-se em Cuiabá (MT) e Brasília.

O TSE apura a negociação desde o dia 19 de setembro, quando o corregedor-geral eleitoral, ministro Cesar Asfor Rocha, determinou a abertura de investigação judicial eleitoral contra o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e mais cinco representados supostamente envolvidos no caso.

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

O bimotor Seneca PA-34 que desapareceu no início da noite de ontem no Espírito Santo pertencia ao tenente-coronel aposentado da Força Aérea, information pills Alduíno Coutinho de Souza. Segundo informações iniciais, ele levava na viagem integrantes de sua família.

O avião desapareceu depois de fazer uma escala no aeroporto Eurico Salles, em Vitória, para reabastecer. Durante o dia de hoje, dois aviões Bandeirante, da Força Aérea Brasileira (FAB) e um helicóptero da Polícia Militar do Espírito Santo trabalharam nas buscas pelo Seneca.

De acordo com nota divulgada hoje pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), o avião fez seu último contato com o controle de vôo por volta das 19h50 de sexta-feira, a aproximadamente 36km ao norte de Vitória. Ainda de acordo com a Anac, tanto avião quanto piloto estão regularizados junto ao órgão.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A Força Aérea Brasileira (FAB) encontrou a base da caixa-preta do Boeing da Gol que caiu no dia 29 de setembro, approved no norte do Mato Grosso. A peça pode indicar que o cilindro que registra a comunicação de voz dos pilotos – peça importante para a investigação da causa do acidente – esteja próximo ao local onde foi encontrada a base.

De acordo com a assessoria de imprensa do Comando da Aeronáutica, search as buscas pelo cilindro foram intensificadas na região onde a base da caixa-preta foi encontrada na sexta-feira.

Além do cilindro de voz, site ainda não foram localizados os corpos de quatro vítimas. Com a queda do avião as 154 pessoas que estavam a bordo morreram. O acidente foi provocado por uma colisão, em pleno vôo, entre o Boeing da Gol com um jato Legacy. Os ocupantes do jato não se feriram.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O Instituto de Medicina Legal (IML) já identificou 148 vítimas das 154 mortas no acidente.

 

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Marcelo Ribeiro respondeu hoje a dois pedidos de direito de resposta apresentados pelas coligações dos candidatos à Presidência da República.

Com relação ao primeiro deles, dosage protocolado pela coligação que apóia Luiz Inácio Lula da Silva (PT-PRB-PCdoB), o ministro negou direito de resposta ao petista no programa do candidato Geraldo Alckmin (PDSB-PFL). Na resposta ao segundo pedido, Marcelo Ribeiro atendeu, em parte, a reivindicação da coligação que apóia Alckmin.

O ministro do TSE determinou que seja proibida, nos programas de Lula, a veiculação do trecho “Enquanto eles acobertaram escândalos", na propaganda de televisão, e do trecho “Enquanto eles, que agora se dizem os pais da honestidade, acobertaram escândalos", na propaganda de rádio.

No pedido de resposta negado pelo ministro do TSE, a campanha de Lula contestava a propaganda tucana apresentada na última quinta-feira por considerar inverídico, calunioso, difamatório e injurioso o trecho sobre os “27 dias que o governo Lula não diz de onde veio o dinheiro preso com petistas”.

Para Marcelo Ribeiro, os crimes citados pelos petistas não foram cometidos pela campanha de Alckmin. “Os fatos são do conhecimento público e, ao que percebo em um juízo prévio, sustentam, na peça publicitária em questão, crítica ao governo Lula", diz o ministro, na decisão divulgada pelo TSE.

No pedido de resposta atendido parcialmente pelo ministro do TSE, a coligação que apóia o ex-governador de São Paulo classificava como ofensivo e injurioso o trecho da propaganda de Lula que acusaria o PSDB de fazer “campanha de ódio, dividindo o Brasil”. Esse trecho não foi proibido pelo ministro Marcelo Ribeiro.

“No mais, penso, neste momento de análise prévia dos temas postos, que o programa limitou-se à formulação de críticas de conteúdo político, que não autorizam a concessão de direito de resposta”, afirma o ministro, na decisão divulgada pelo TSE. Os dois direitos de resposta ainda serão avaliados pelo plenário do tribunal para decisão final.

 

 

O governo do Rio de Janeiro está em estado de alerta, viagra 100mg depois que 12 turistas chineses foram assaltados, treat assim que chegaram à cidade na noite de ontem. Foi criada uma força-tarefa composta por autoridades estaduais, municipais e entidades, chamado Gabinete de Crise. A principal missão desse gabinete será dar assistência às vítimas dos assaltos.

Por volta das 23h30 de ontem, o ônibus no qual o grupo estava foi parado por homens armados, que intercederam o ônibus com um carro. Os assaltantes levaram jóias, documentos, aparelhos eletrônicos e US$ 17 mil em dinheiro.

Depois do assalto, o grupo foi levado à Delegacia Especial de Atendimento ao Turista (Deat). De acordo com informações da delegada Elizabeth Cayres, ainda não há pistas dos assaltantes. O motorista do veículo que conduzia os turistas não conseguiu identificar a placa do carro dos assaltantes.

Os dois candidatos à Presidência da República, information pills Geraldo Alckmin (PSDB-PFL) e Luiz Inácio Lula da Silva (PT-PRB-PCdoB), viagra destacaram hoje, viagra em entrevistas, a importância dos servidores públicos e os compromissos que pretendem estabelecer com a categoria.

Em Maringá (PR), onde esteve para um comício, Alckmin disse que buscará a valorização dos servidores durante toda a sua gestão e acusou o atual governo de dar reajuste apenas em ano eleitoral. "Sou filho de funcionário público. Valorizo muito o servidor. O governo Lula valoriza as eleições. Eu, como governador, fiz o oposto. Dei reajuste em todos os anos de governo e não dei neste ano eleitoral", afirmou o ex-governador de São Paulo, em entrevista coletiva* dada antes de seguir para um comício em Santa Maria (RS).

O candidato do PSDB também criticou o que chama de política artificial de desvalorização do dólar, que teria sido alcançada com juros altos resultantes de má gestão. "Nós vamos contratar mais gente porque o dinheiro do desperdício vamos colocar na educação, na saúde e na segurança, áreas que empregam muita gente."

Lula falou sobre o funcionalismo público em entrevista na saída do Palácio da Alvorada. No local, cerca de 100 militantes e servidores aguardavam para cumprimentá-lo. "As pessoas acham que os funcionários públicos ganham muito. Você pega gente da mais alta categoria ganhando entre R$ 6 e R$ 7 mil, enquanto na iniciativa privada essas pessoas ganhariam R$ 20, R$ 30 mil”, disse Lula, que passou o dia gravando programas eleitorais.

Ele considera “despropositado” discutir agora reajuste de salários tendo em vista o “bom reajuste” dado no atual governo e a tramitação do projeto de lei elaborado para reestruturar as carreiras.

“Eu venho do movimento sindical, sei como negociar. Montamos uma equipe de negociação que é a mais experiente que o país já teve, que são os companheiros do Dieese, que assessoram os trabalhadores brasileiros na negociação. Quando chegar o momento de negociar, você vai negociar e vai decidir”.

Neste domingo, Lula tem café da manhã marcado com professores em um hotel de Brasília. À tarde, grava programas eleitorais. Alckmin permanece em São Paulo, onde ainda não tem agenda de campanha definida.

 

 

O apoio ao candidato de esquerda à Presidência do Equador Rafael Correa caiu para 31, this 1% enquanto o de seu rival cresceu para 25, sale 2%, information pills mostrou uma pesquisa hoje, um dia antes dos equatorianos irem às urnas.

Se os votos corresponderem ao resultado da pesquisa, Correa e o empresário Alvaro Noboa deverão ser forçados a uma disputa de segundo turno para a Presidência da pobre nação andina em novembro. A pesquisa Cedatos-Gallup, que tem margem de erro de 3 pontos percentuais, entrev istou 3.840 pessoas em províncias do país entre quarta e sexta-feira.

Cedatos informou ter revisado os resultados de sua pesquisa anterior, divulgada na terça-feira, que mostrava Correa com 34 pontos percentuais e o empresário Noboa com 22%. Se nenhum dos candidatos receber mais de 50% dos votos no domingo ou 40% com uma vantagem de 10 pontos percentuais, um segundo turno será realizado no dia 26 de novembro entre os dois primeiros colocados.

O candidato de esquerda moderado León Roldós caiu para 19% de seus 20% na pesquisa de sábado. Apelando para os equatorianos com sua mensagem reformista, Correa havia subido rapidamente nas pesquisas exigindo que o impopular Congresso fosse dispensado e prometendo programas de ajuda aos pobres. Noboa, um dos homens mais ricos do país, promete aumentar o investimento estrangeiro e o comércio.

 

Um garoto indonésio de 11 anos morreu de gripe aviária e se tornou a 53ª vítima fatal da doença no país. As informações são de autoridades do centro de gripe aviária do Ministério da Saúde da Indonésia. O garoto faleceu na noite de sábado, drugs na região de Jacarta do Sul.

 

Problemas técnicos impediram a atualização e visualização do portal clicabrasilia.com.br durante boa parte do dia deste domingo.
Em nome da equipe do portal, more about peço desculpas pelo transtorno.

Abelardo Mendes Jr
Editor – clicabrasilia.com.br

 

Milhões de equatorianos começaram a votar neste domingo para eleger um novo presidente, viagra dosage que terá, stuff a partir de janeiro, dosage a tarefa de recompor uma democracia marcada pela queda de três mandatários na última década, sem colocar em risco uma economia que segue nos trilhos. Com as pesquisas mostrando os eleitores divididos entre o nacionalista Rafael Correa, de 43 anos, e o milionário Alvaro Noboa, de 56, o vencedor das urnas enfrentará um caminho difícil para conseguir aprovar reformas vitais para este país, o maior produtor de bananas do mundo. 

Os dois candidatos mostram a divisão dos equatorianos, que de um lado apóiam uma mudança constitucional que reduza o poder dos partidos hegemônicos e o aparato estatal, e de outro apostam em um governo moderado, que garanta a saúde de uma economia regida pelo dólar desde 2000. 

Correa, um admirador do presidente venezuelano Hugo Chávez, está com vantagem sobre Noboa, um fã do livre mercado, mas segundo as pesquisas não alcançaria o apoio necessário para obter um triunfo histórico já no primeiro turno, evitando assim uma nova eleição em 26 de novembro. 

O carismático e independente economista contaria com 31,1 por cento dos votos válidos, frente aos 25,2 por cento do populista dono da exportadora de bananas Noboa, uma das maiores do mundo, segundo uma última pesquisa da Cedatos-Gallup Internacional. 

O socialista moderado León Roldós, de 64 anos e que durante meses liderou a disputa, está agora em um distante terceiro lugar, com 19,1 por cento das intenções de voto. 

Ao lado do novo presidente, os equatorianos elegerão ainda os 100 membros do Congresso. Nenhum dos candidatos à Presidência contaria com uma maioria na Casa, um dos problemas que atrapalharam os últimos três presidentes eleitos nas urnas, que não tiveram como enfrentar revoltas sociais. 

A votação começou às 7h locais (9h em Brasília) e terminam dez horas depois. Cerca de 9,2 milhões dos 13 milhões de equatorianos estão aptos a votar. Pela primeira vez os residentes no exterior poderão participar das eleições. 

 






Você pode gostar