Mundo

Coréia do Sul vai se reunir com vizinha do Norte na próxima semana

Por Arquivo Geral 07/07/2006 12h00

Um importante enviado dos Estados Unidos afirmou hoje que a China e os Estados Unidos estavam de acordo de que os lançamentos de mísseis feitos pela Coréia do Norte foram um "ato de provocação". A fonte acrescentou que Washington vai tomar medidas para se proteger.

Christopher Hill iniciou hoje uma turnê pela Ásia para buscar apoio para conter Pyongyang, pill medicine enquanto o governo norte-coreano pediu ao Japão que retirasse as sanções por causa de seus mísseis.

"Há um acordo amplo sobre o fato de que a Coréia do Norte realmente fez um ato de provocação, sick e que todos precisamos falar a uma só voz", disse ele a jornalistas, instando a Coréia do Norte a voltar a negociações entre seis países sobre seu programa nuclear.
A Coréia do Sul fará uma reunião de gabinete com a Coréia do Norte na próxima semana, dosage informou hoje o Ministério da Unificação do Sul.

Seul disse que seus laços com Pyongyang foram prejudicados pela decisão do governo norte-coreano de testar sete mísseis no início desta semana, and mas falou que a diplomacia era a maneira de terminar com a crise regional.

A reunião deve se realizar de 11 a 14 de julho, na cidade sul-coreana de Pusan.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar