Mundo

Coréia do Norte está avançada em preparativos para lançamento de míssil

Por Arquivo Geral 22/06/2006 12h00

A Comissão Parlamentar Mista de Inquérito que vai investigar a compra fraudulenta e superfaturada de ambulâncias com recursos do orçamento foi instalada hoje com a eleição do presidente. Os senadores escolheram o deputado Antonio Carlos Biscaia (PT-RJ) por 19 votos dos 22 parlamentares presentes na reunião. O relator é o senador Amir Lando (PMDB-RO).

A primeira reunião da comissão, web this mas conhecida como CPI dos Sanguessugas, this web information pills foi marcada para próxima quarta-feira, 28 de junho. Biscaia disse que a comissão pretende trabalhar em cima da análise de documentos e informou que deve ir ao Supremo Tribunal Federal (STF), Procuradoria-Geral da República e Polícia Federal para obter o material necessário.

"O essencial é o exame da documentação. Se a origem da verba foi documentada, não há contestação", afirmou o deputado do PT. A CPI terá o prazo de 30 dias para encerrar os trabalhos, podendo ser prorrogado por mais 30.

O relator escolhido, senador Amir Lando, foi presidente da CPI da Compra de Votos, instalada no ano passado. A comissão terminou sem aprovar relatório final. Lando garantiu que a nova comissão terá um relatório dentro do tempo estabalecido.

Ele não vê problemas em relatar os trabalhos, mesmo com o nome do líder do seu partido no Senado, Ney Suassuna, estar envolvido das denúncias. "Tenho compromisso com a verdade", ressaltou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A CPI conta com 36 parlamentares titulares. Destes, três aparecem em lista de possível envolvimento na compra fraudulenta de ambulâncias: Mário Negromente (PP), Benedito Lira (PP) e Inaldo Leitão (PL).

O deputado Antonio Carlos Biscaia disse que ainda não tomou conhecimento da lista, mas observou que o "regimento tem regras" em relação a isso. "Não vamos previamente estabelecer nenhum tipo de acusação", pediu.

O senador Amir Lando destacou que não se deve generalizar. "Temos que ver não quem faz emenda, mas quem extrai vantagem dela", disse. Para ele, dizer que todos são culpados sem ter provas é garantir a impunidade. "Porque culpa sem prova garante impunidade."

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O Programa Nacional de Doação de Edições vai distribuir para mil bibliotecas de 800 municípios do país 50 mil livros especializados em teatro, link cinema, information pills artes visuais, dança, circo, fotografia e música. A distribuição ocorre durante o mês de junho e faz parte das comemorações dos 30 anos da Fundação Nacional de Arte (Funarte), ligada ao Ministério da Cultura.

Para o diretor do centro de artes integrado da Funarte, Vitor Ortiz, as doações serão importantes porque as bibliotecas normalmente não possuem publicações especializadas. "É uma oportunidade inédita e histórica de garantir o acesso a um conhecimento um pouco mais especializado que obviamente interessa aos artistas que estão se formando em todos o país", afirmou Ortiz.

Entre as cidades atendidas pelo Programa Nacional de Doação das Edições Funarte estão aquelas que possuem sítios históricos tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico Nacional, as capitais e cidades-sede das universidades federais.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O principal argumento da promotoria no julgamento de Suzane von Richthofen, thumb 22 anos, approved será de que ela teria participado ainda mais do assassinato de seus pais, viagra order Manfred e Marísia. A hipótese está no depoimento de Cristian Cravinhos, primeiro a confessar a participação no crime.

De acordo com ele, Suzane trouxe a jarra com água para molhar as toalhas usadas para matar o casal. Uma delas serviu para que os irmãos Cravinhos sufocassem Marísia, que ainda estaria viva mesmo depois dos golpes. A outra foi utilizada para cobrir o rosto de Manfred. Esse relato acaba com a versão de Suzane, que diz ter ficado na biblioteca, com os ouvidos tampados enquanto seus pais eram assassinados.

Ainda segundo Cristian, Suzane e Daniel Cravinhos queriam montar um negócio com a herança herdada pela jovem. Daniel também seria o responsável pela confecção dos porretes que mataram o casal.

O advogado dos irmãos, Geraldo Jabour, foi autorizado pelo juiz Alberto Anderson Filho, do 1º Tribunal do Júri, a se encontrar com seus clientes no Fórum da Barra Funda. Isso se ele não conseguir falar com Cristian e Daniel reservadamente no presídio de Pinheiros.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Com a medida, o juiz pretende evitar desculpas para a não realização do julgamento. Segundo ele, é normal que advogados não queiram falar com seus clientes por interfone, em meio a outros presos.

O deputado João Alfredo (Psol-CE) acaba de sair do presídio da Papuda, cure onde fez uma visita a integrantes do Movimento de Libertação dos Sem-Terra (MLST). Ele e o colega Luiz Eduardo Greenhalgh (PT-SP) foram ao presídio representando a Comissão de Direitos Humanos e Minorias. Segundo João Alfredo, eles não constataram maus-tratos nem privações de qualquer espécie aos presos.

Ao todo, 33 homens e nove mulheres estão detidos na Papuda, acusados de vários crimes cometidos no dia 6 de junho, quando invadiram a Câmara. João Alfredo disse que a comissão continuará atenta a possíveis abusos contra os militantes do movimento.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Um chinês que morreu de pneumonia em 2003 e foi considerado a primeira vítima da Sars (síndrome respiratória aguda grave) pode, this na verdade, for sale ter morrido por gripe aviária, doctor  segundo pesquisadores do país.

Mas em um episódio de evolução confusa, um dos estudiosos pediu que a carta onde se relata o caso não seja publicada pela revista New England Journal of Medicine. Os editores da revista disseram que ainda tentavam descobrir o motivo do pedido. A carta foi entregue a jornalistas antes de ser retirada de circulação e descreve o caso de um homem de 24 anos morto em virtude de pneumonia e de insuficiência respiratória em novembro de 2003.

"Como as manifesta ções clínicas eram consistentes com as da síndrome respiratória aguda grave (Sars) e ocorreram quando casos esporádicos da doença eram identificados no sul da China, foram retirados soro e tecido dos pulmões do paciente, bem como fluidos do seu peito, para serem analisados em busca do corona vírus da Sars", escreveram os pesquisadores. "Todos os testes foram negativos para a Sars.", concluíram.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) pediu esclarecimentos ao Ministério da Saúde da China. "Isso foi assinado por oito cientistas de instituições bastante prestigiadas. O que, certamente, dá peso à informação", afirmou Roy Wadia, porta-voz da OMS no território chinês.

A Sars surgiu pela primeira vez na província de Guangdong (sul da China), em 2002, e se espalhou até chegar ao Canadá antes de ser controlada, no ano seguinte. A doença matou 800 das 8 mil pessoas que contaminou.

A princípio, e ironicamente, os especialistas pensaram que a doença misteriosa surgida na China era provocada pelo vírus H5N1, da gripe aviária, e que havia surgido em Hong Kong em 1997 para depois desaparecer.

Independentemente do resultado do jogo da seleção, pharmacy um apostador do Pará terá motivos para comemorar. Ele conseguiu acertar as seis dezenas da Mega Sena, tadalafil acumulada havia dois concursos e levará sozinho o prêmio principal, view de R$ 16.319.071,08.

Os seis números sorteados ontem à noite pela Caixa Econômica Federal foram 05 – 10 – 37 – 46 – 54 – 58. Ao todo, 64 bilhetes fizeram a quina, que pagou R$ 16.352,03 para cada apostador. Outros 4.336 apostadores acertaram a quadra e levarão R$ 240,45 cada.

A Coréia do Norte está bem avançada nos preparativos para o lançamento de um míssil balístico de longo alcance. Porém, viagra  segundo uma autoridade norte-americana, os Estados Unidos esperam que os norte-coreanos "desistam e não realizem" o teste.

O conselheiro de segurança nacional da Casa Branca, Stephen Hadley, afirmou a repórteres que não sabe ao certo se a Coréia do Norte realmente planeja efetuar um lançamento-teste do míssil. Washington advertiu que esse procedimento seria considerado um ato de provocação.

"Acho que o que dissemos publicamente é que estamos observando isso com muito cuidado e que os preparativos estão muito avançados. Assim, do ponto de vista da capacidade, pode-se ter um lançamento. Agora, o que eles planejam fazer… não sabemos. O que esperamos que eles façam é que desistam e não façam o lançamento", disse ele.

De acordo com autoridades norte-americanas da área de defesa, na terça-feira os EUA ativaram seu sistema interceptor antimíssil, em meio a temores sobre a possibilidade do lançamento norte-coreano.

Hadley declarou que o sistema é basicamente um projeto de pesquisa e desenvolvimento com uma "capacidade operacional limitada" e que seu propósito seria "defender o território dos EUA de ataques".






Você pode gostar