Menu
Mundo

Companhia aérea serve só macarrão após comida estragada forçar desvio de rota

O Corpo de Bombeiros de Nova York afirmou em comunicado que equipes de emergência médica precisaram atender 12 dos 277 passageiros da aeronave

Redação Jornal de Brasília

04/07/2024 20h31

172012719066870ed689f91 1720127190 3x2 lg

ANDREW HARNIK/Getty Images via AFP

ISABELA FAGGIANI
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS)

A companhia aérea Delta Airlines precisou retirar opções de pratos de seu menu internacional depois que um voo partindo de Detroit, nos Estados Unidos, com destino a Amsterdã, nos Países Baixos, foi forçado a desviar de sua rota e pousar em Nova York na terça-feira (2) após passageiros passarem mal com a comida servida a bordo.

O Corpo de Bombeiros de Nova York afirmou em comunicado que equipes de emergência médica precisaram atender 12 dos 277 passageiros da aeronave.

O incidente ocorreu no auge da temporada de viagens de verão no hemisfério norte e cerca de 75 voos internacionais da companhia passaram a servir apenas macarrão na quarta-feira (3) e na quinta-feira (4).

Em comunicado enviado à emissora americana CNBC, um porta-voz da Delta afirmou que o ajuste no serviço foi feito por precaução e pediu desculpas aos clientes afetados.

Ainda de acordo com o canal de TV americano, um email foi enviado aos funcionários, no qual o líder do serviço de bordo da Delta, Ash Dhokte, pede para que os pratos sejam examinados antes de serem servidos. “Não sirva qualquer alimento que possa ter um contaminante”, alerta.

O problema ainda ocorreu em meio a outro desafio enfrentado pela indústria de aviação: trabalhadores da Gate Gourmet, empresa de catering aéreo, ameaçam entrar em greve ainda este mês. Ela é responsável por fornecer 19 estações domésticas da Delta. Dhotke afirma, em nota, que a companhia está revisando estratégias para que a paralisação não afete os clientes.

    Você também pode gostar

    Assine nossa newsletter e
    mantenha-se bem informado