Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Economia

Vendas do varejo sobem 0,6% em fevereiro ante janeiro, afirma IBGE

Na comparação com fevereiro de 2020, sem ajuste sazonal, as vendas do varejo tiveram baixa de 3,8% em fevereiro de 2021

Foto: Tânia Rêgo /Agência Brasil

As vendas do comércio varejista subiram 0,6% em fevereiro ante janeiro, na série com ajuste sazonal, informou na manhã desta terça-feira, 13, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na comparação com fevereiro de 2020, sem ajuste sazonal, as vendas do varejo tiveram baixa de 3,8% em fevereiro de 2021.

As vendas do varejo restrito acumularam recuo de 2,1% no ano e alta de 0,4% em 12 meses. Quanto ao varejo ampliado, que inclui as atividades de material de construção e de veículos, as vendas subiram 4,1% em fevereiro ante janeiro, na série com ajuste sazonal.

Na comparação com fevereiro de 2020, sem ajuste, as vendas do varejo ampliado tiveram baixa de 1,9% em fevereiro de 2021. As vendas do comércio varejista ampliado acumularam queda de 2,5% no ano e redução de 2,3% em 12 meses, segundo o IBGE.

Juros

A curva de juro inclina na manhã desta terça-feira, 13, com alta mais acentuada das taxas longas, em sintonia com o avanço dos juros dos Treasuries e dólar. O movimento reflete ainda a cautela do investidor com o fiscal por causa do Orçamento de 2021, além de estar atento à CPI da Pandemia, cuja leitura da criação será hoje no Senado.

O resultado das vendas no varejo de fevereiro é analisado, mas sem impacto na curva de juro por ser um dado de fevereiro, antes das restrições mais fortes ao comércio com o agravamento da pandemia.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Às 9h08 desta terça-feira, a taxa do contrato de depósito interfinanceiro (DI) para janeiro de 2027 subia a 8,96%, de 8,90%. O Di para janeiro de 2023 ia para 6,59%, de 6,57% na véspera, enquanto o para janeiro de 2022 operava estável em 4,73%.






Você pode gostar