Economia

Ministério estuda compensação em dólar entre contas bancárias de empresas

Por Arquivo Geral 07/07/2006 12h00

O Ministério do Desenvolvimento, cialis 40mg stuff Indústria e Comércio Exterior estuda como autorizar as empresas a fazerem compensação entre os pagamentos de importação e exportação utilizando contas bancárias em dólar, para estimular o crescimento das importações e exportações no país. A informação foi dada hoje pelo ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Luiz Fernando Furlan, no Rio de Janeiro, no 1º Encontro de Nacional de Comércio Exterior de Serviços.

A medida, segundo o ministro, visa diminuir os custos financeiros das transações que envolvem câmbio. Com as contas em dólar, as empresas poderão utilizar as próprias divisas geradas com exportação para quitar compras de matérias-primas, de bens ou ainda fazer pagamentos no exterior, sem envolver a troca de moeda e o pagamento das taxas que incidem sobre as operações de câmbio, explicou o ministro.

De acordo com Furlan, as contas seriam auditadas permanentemente pelas autoridades brasileiras como se fossem contas correntes em moeda nacional. As condições para este tipo de operação ainda estão sendo estudadas pelo Banco Central e pelo Ministério da Fazenda. De acordo com Furlan, o anúncio desta e outras medidas para incentivar o comércio exterior deve ser feito até o final deste mês.

Para o ministro, a flexibilização vai evitar transações onerosas que prejudicam a competitividade das empresas brasileiras. "Este ano o comércio exterior brasileiro (exportações mais importações) está crescendo US$ 30 bilhões. Se dermos alguma flexibilidade, nós estaremos estimulando mais crescimento", afirmou Furlan.

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar