Menu
Economia

IPCA em 12 meses acelera após sete meses de arrefecimento, afirma IBGE

Em maio de 2023, a taxa tinha sido mais baixa, de 0,23%. Como consequência, a taxa acumulada em 12 meses acelerou

Redação Jornal de Brasília

11/06/2024 10h15

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

 A alta de 0,46% registrada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) em maio de 2024 foi o resultado mais alto para o mês desde 2022, quando ficou em 0,47%, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em maio de 2023, a taxa tinha sido mais baixa, de 0,23%. Como consequência, a taxa acumulada em 12 meses acelerou, após uma sequência de sete meses consecutivos de arrefecimento: passando de 3,69% em abril para 3,93% em maio, retomando assim o patamar de março deste ano.

A meta de inflação perseguida pelo Banco Central em 2024 é de 3,0%, com teto de tolerância de 4,50%.

Difusão

O índice de difusão do IPCA, que mostra o porcentual de itens com aumentos de preços, se manteve em 57% em maio, mesmo resultado visto em abril, segundo o IBGE. A difusão de itens alimentícios passou de 53% em abril para 60% em maio. Já a difusão de itens não alimentícios saiu de 60% em abril para 56% em maio.

Estadão Conteúdo

    Você também pode gostar

    Assine nossa newsletter e
    mantenha-se bem informado