Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Economia

Facilidades de bancos podem ajudar no equilíbrio das finanças

Por Arquivo Geral 18/02/2019 7h00
Foto: HENRIQUE BARRETO/FUTURA PRESS/AE

João Paulo Mariano
[email protected]

A maioria das pessoas tem aquele momento de escorregada na vida financeira. Em geral, é nesta hora em que muitos recorrem aos cartões de crédito ou ao cheque especial. Para facilitar a vida dos clientes, quatro dos cinco maiores bancos do País possibilitam que as pessoas transfiram o limite de crédito de uma modalidade para outra. O cuidado, a partir daí, deve ser de não abandonar o controle de vez ao esquecer que esse dinheiro precisará ser devolvido.

Funciona assim: o cliente precisa sacar um dinheiro com urgência, mas não tem mais nada, nem na conta nem no cheque especial. Para não precisar pedir emprestado, alguns bancos permitem que ele pegue o limite disponível do cartão de crédito e transfira para o cheque especial. Assim, o saque é feito e a demanda suprida.

O Banco do Brasil, o Itaú Unibanco, o Bradesco e o Santader permitem esse tipo de movimentação. Já a Caixa Econômica Federal informou que não possibilita a transferência de limites entre as diferentes modalidades e não há um planejamento para que isso ocorra.

Entre as instituições, o Itaú Unibanco foi o primeiro a oferecer o serviço, em 2014. É possível resolver pessoalmente ou pelo telefone do banco e, desde 2016, a transição pode ser feita pelo aplicativo do celular ou no autoatendimento. Não há cobrança de taxas ou qualquer tarifa.

Para o diretor do Itaú Unibanco, Flávio Iglesias, o serviço é importante para o cliente, pois ele passa a ter a gestão de seus limites de crédito contratados, adequando os limites à sua necessidade. Os usuários da instituição gostaram da praticidade, e houve crescimento dos clientes que utilizam o serviço.

Na comparação dos dados de 2017 e 2018, apenas no Distrito Federal, houve um crescimento de 21% das transferência de limite para cartão de crédito e 22% para empréstimos pessoais. Nesse mesmo período, as transações em meios digitais aumentaram 47%. A avaliação da direção do banco é que como os clientes utilizam mais esses meios, eles começam a usar as possibilidades oferecidas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Para Iglesias, o aumento das transferências entre as modalidades de crédito estimula a autonomia e flexibilidade do serviço. “Essa alternativa ajuda o cliente a realizar seus projetos ou resolver algum imprevisto sem aumentar seu endividamento total, além de estimular o controle financeiro e o seu planejamento”, diz.

Uso requer cuidado

As pessoas que utilizam o serviço de transferência são as mais diversas e todas podem ter a possibilidade de gerir sua vida financeira, pois é dado o poder de ampliar o limite na linha de crédito. No entanto, é importante destaca que apesar de facilitar a vida dos clientes em um momento mais complicado, o economista Ronalde Lins avalia que a transferência de crédito deve ser utilizada com parcimônia.

“Pode complicar mais a vida da pessoa. É melhor utilizar apenas em uma grande emergência, não como regra”, diz.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O economista entende que não é uma boa opção ficar tomando crédito a todo momento, pois os juros são altos e o dinheiro não pertence a pessoa. É uma espécie de empréstimo.

Já o professor de Finanças da Escola de Negócios da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Coppead/UFRJ), Carlos Heitor Campani, acredita que a flexibilidade do serviço é um avanço do sistema bancário, mas avalia que o brasileiro ainda não tem educação financeira suficiente para administrar isso.


Saiba Mais

BANCO DO BRASIL: O cliente pode tranferir o limite do cheque especial para o cartão, e vice-versa. Não há cobrança de taxa e tudo pode ser feito na internet, no aplicativo móvel ou nos terminais de autoatendimento.
SANTANDER: No último dia 13, o banco lançou uma plataforma chamada Satander On, de acesso pelo smartphone, na qual é possível acessar as eventuais pendências do CPF e fazer transferência dos limites do cheque especial para o cartão de crédito e vice-versa.
BRADESCO: A instituição ainda não permite fazer as transferências de limite entre cheque especial e cartão de crédito online ou pelo aplicativo. Até o momento, apenas junto ao gerente da conta. Porém, a novidade deve chegar aos smartphones até o fim do primeiro semestre de 2019.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar