Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Economia

Caixa concede R$ 140,6 bi em crédito habitacional em 2021, recorde histórico

Em janeiro, ainda segundo ele, houve recorde histórico de concessões para o mês

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Caixa Econômica Federal concedeu R$ 140,6 bilhões em crédito habitacional em 2021, de acordo com resultados do segmento apresentados nesta quarta-feira pelo banco público, representando alta de 21% em relação a 2020. De acordo com o presidente da instituição, Pedro Guimarães, trata-se de um recorde histórico. Em janeiro, ainda segundo ele, houve recorde histórico de concessões para o mês.

A Caixa fechou 2021 com 6,1 milhões de contratos ativos no financiamento habitacional, e lidera com folga o mercado do segmento, com 66,3% do total, consideradas todas as linhas. No financiamento às empresas de construção civil, foram desembolsados R$ 31,3 bilhões apenas em 2021, alta de 27,1% em relação a 2020.

“A Caixa tem mais de R$ 553 bilhões na carteira de crédito imobiliário”, disse o executivo durante transmissão para comentar os dados.

Ele destacou ainda que mais da metade das concessões, ou R$ 82,8 bilhões (alta de 54,1% em um ano), foi através dos recursos do SBPE, o financiamento feito com recursos da poupança.

“Nos últimos anos, nunca havíamos emprestado mais com recursos próprios do que com FGTS”, pontuou Guimarães.

O FGTS é a fonte de financiamento do Casa Verde e Amarela, antigo Minha Casa Minha Vida, programa habitacional do governo federal que tem juros subsidiados para a compra da casa própria, em especial para famílias de baixa renda.

Entretanto, a Caixa ainda é o player dominante no Casa Verde e Amarela, com 99,9% dos desembolsos do programa, fatia que aumentou nos últimos anos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Guimarães afirmou que o crescimento do financiamento com recursos da poupança é resultado do fortalecimento do balanço do banco durante sua gestão, que levou a Caixa a ter, segundo ele, volume recorde de recursos depositados nas cadernetas. “O SBPE é empréstimo com recurso próprio. Quando nós assumimos, a Caixa tinha restrições de capital”, disse ele.

Estadão Conteúdo

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar