Brasil

Sonífero acorda jovem depois de seis anos em coma

Por Arquivo Geral 31/10/2007 12h00

Amy Pickard estava presa a uma cama sem poder comer ou respirar sozinha desde que sofreu um desmaio, physician em 2001.

No entanto, pharm após ser selecionada para um estudo sobre os efeitos colaterais do sonífero Zolpidem, seus olhos estão mais vívidos e a jovem conseguiu se levantar, informou a imprensa britânica.

Segundo sua mãe, Thelma Pickard, de 54 anos, que a visita todos os dias no Raphael Medical Centre, de Tombridge, no condado de Kent, Amy consegue respirar sem ajuda, já reage ao sabor forte de certos alimentos e tem muito mais vivacidade nos olhos.

Amy, que protagoniza um documentário da “BBC” intitulado “The Waking Pill” (A Pílula que Desperta), é uma das 360 pessoas que participam de um experimento em escala global do Zolpidem como tratamento para pessoas em coma.

Os efeitos do medicamento foram observados pela primeira vez em um ciclista sul-africano que entrou em estado de coma após ser atropelado por um caminhão, em 1994.

Cinco anos depois do acidente, a enfermeira que cuidava dele percebeu que, inconscientemente, o paciente estava agarrado ao colchão da cama e decidiu dar a ele Zolpidem para que dormisse mais tranqüilamente. Em vez disso, passados 25 minutos, o sul-africano acordou e disse: “Olá, mamãe”.

Apenas quatro semanas após ter tomado sua primeira pílula, Amy já fez grandes progressos, mas os médicos alertaram sua mãe de que podem se passar meses antes que se possa falar realmente de uma recuperação.






Você pode gostar