Menu
Brasil

Shopping será usado como sala de embarque para voos em Canoas (RS)

A base militar receberá aviões de passageiros por causa do fechamento por tempo indeterminado do Aeroporto Internacional Salgado Filho

Redação Jornal de Brasília

21/05/2024 22h51

Foto: Esquadrão Pampa / Divulgação

FÁBIO PESCARINI
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS)

Um shopping center será usado como sala de embarque para voos comerciais, autorizados a operar a partir desta quarta-feira (22) na Base Aérea de Canoas, na Região Metropolitana de Porto Alegre (RS).

A base militar receberá aviões de passageiros por causa do fechamento por tempo indeterminado do Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre, que foi tomado pela inundação que atingiu a capital gaúcha.

Segundo a Fraport Brasil, empresa que tem a concessão do Salgado Filho e ficará responsável pela operação de voos comerciais no aeroporto militar, passageiros farão o check-in no ParkShopping Canoas e depois serão levados à base aérea, a cerca de 4 km de distância.

A concessionária afirmou na noite desta terça-feira (21) que está finalizando os detalhes para transportar os passageiros a partir do centro comercial. Mas as empresas aéreas dizem que eles serão vão em ônibus especiais ao aeroporto ou para o shopping, quando desembarcarem em Canoas.

Em virtude da sala de embarque improvisada, companhias aéreas recomendam que os passageiros se apresentem ao local com três horas de antecedência, mesmo no caso de os voos serem domésticos, pois o check-in será encerrado 90 minutos antes das partidas dos aviões.

As empresas começam a vender bilhetes de viagens com origem e destino ao aeroporto militar nesta terça.

Segundo o governo federal, no início da operação, estão autorizados 18 voos semanais. A partir da próxima semana, o governo espera ampliar para 35 voos por semana.

A Latam será a primeira empresa a aérea a usar a estrutura provisória. Segundo a empresa, as operações na base aérea começam na próxima segunda-feira (27).

A companhia terá um voo diário na rota entre Guarulhos, na região metropolitana de São Paulo, e Canoas, e cinco voos semanais (exceto quartas e sábados) a partir do aeroporto de Congonhas, na zona sul paulistana.

Gol e Azul agendaram o início dos embarques e desembarques para 1º de junho.

Conforme a Gol, serão nove voos semanais a parir de Guarulhos.

A Azul afirma que há possibilidade de antecipação das operações em Canoas, mas inicialmente prevê para o início do próximo mês voos diários a partir do aeroporto de Viracopos, em Campinas, no interior paulista.

Por causa das limitações das operações improvisadas, a Azul, por exemplo, afirma que vai restringir embarque de animais e bagagens maiores.

O shopping em Canoas fica na avenida Farroupilha, 4545, Marechal Rondon.

SEM PRAZO PARA REABERTURA

O aeroporto internacional Salgado Filho, em Porto Alegre, foi fortemente atingido pela inundação que tomou conta de boa parte da capital gaúcha desde o início do mês.

No último dia 3, a Fraport interrompeu pousos e decolagens por tempo indeterminado, quando a pista ainda não estava tomada pela água, após companhias aéreas suspenderem voos para Porto Alegre.
Não levou muito tempo para a pista sumir no meio da inundação que atingiu os terminais.

No sábado (4), quando a água invadiu o local, o terminal de passageiros foi fechado e o aeroporto acabou evacuado. Um cargueiro e aeronaves executivas ficaram no alagamento.

Como a água começou a baixar na região metropolitana, já é possível ver apenas parte dos pneus na água, segundo fotos e vídeos que começaram a circular nas redes sociais no início desta semana.

    Você também pode gostar

    Assine nossa newsletter e
    mantenha-se bem informado